Escreva-nos!

povo.famalicense@gmail.com

A sua opinião é importante.
Somos um blogue com rosto, pelo que as mensagens anónimas vão direitinhas para o caixote do lixo; se for o caso, indique que deseja permanecer anónimo; mas perante nós, identifique-se, por favor.

terça-feira, 31 de Agosto de 2010

Extensão de Saúde de Vale S. Cosme: Comissão de Utentes promove abaixo-assinado

A Comissão de Utentes da Extensão de Saúde de Vale S. Cosme vai promover, nos próximos dias 4 e 5 de Setembro (sábado e domingo) um abaixo-assinado pela manutenção e reforço dos serviços da unidade de saúde, pressionando ainda a concretização de novas instalações.
Os interessados em subscrever o documento deverão dirigir-se às Juntas de Freguesia de Vale S. Cosme, Portela, Telhado e Santiago da Cruz, fazendo-se acompanhar de Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão. Os que não puderem subscrever o documento nestes dias poderão aidna fazê-lo nas duas semanas seguintes.
O abaixo assinado será encaminhado ao presidente do Conselho Directivo da Administração Regional de Saúde.

Sandra Ribeiro Gonçalves

sexta-feira, 27 de Agosto de 2010

Desemprego aumenta

O desemprego no Distrito de Braga atingiu este mês 53.562 pessoas, ou seja, mais 357 que no mês anterior, e mais 2.729 pessoas que em igual período do ano passado, o que representou mais cinco por cento de desempregados do que em 2009. A nível do Continente registou-se uma descida de 3.539 pessoas desempregadas.

Quanto às novas inscrições verificou-se um aumento de 1.052 inscrições, embora ainda abaixo das 5.597 de Janeiro.

As ofertas de emprego (2.260) registaram uma descida comparativamente ao mês anterior menos 114, mas registaram uma subida relativamente ao mesmo período do ano transacto, tendo representado mais 81 ofertas.

Filomena Lamego

quinta-feira, 26 de Agosto de 2010

Festividades em honra de Santa Catarina

No próximo fim-de-semana realizam-se as tradicionais festas em honra de Santa Catarina, na freguesia de Cabeçudos.

As festividades iniciam-se na sexta feira, dia 3, com um grandioso festival de folclore onde participam o rancho folclórico Santa Marinha de Mogege e o rancho Folclórico Santa Marinha de Lousado.

No sábado, às 8h, a alvorada de foguetes anuncia a festa e a entrada no recinto do grupo de Zés P´reiras “Juventude em Força de S. Mamede do Coronado”que percorrerão toda a freguesia.

Às 17h haverá eucaristia, na capela da Santa Catarina, que será cantada pelo grupo coral infantil da paróquia.

Pelas 21h30, haverá música tradicional portuguesa com o grupo famalisense “Folc D´Ave”, e de seguida, cerca das 23h dará entrada no palco “Toy” acompanhado pela sua banda. No final, grande sessão de fogo de artíficio, da responsabilidade da pirotécnia “Douro Pirotecnia”.

No domingo, às 8h, haverá eucaristia, cantada pelo grupo de jovens da paróquia, seguida da entrada da banda de música “Boa Vontade Lorvanense”, às 9h.

Pelas 10h, dar-se-á início à peregrinação em honra de Santa Catarina, desde a Igreja paroquial até à capela, onde se celebrará a eucaristia solene com sermão às 11h. Esta eucaristia será cantada pelo grupo coral da paróquia.

Da parte da tarde, às 14h dará entrada no recinto uma segunda banda de música, a banda de música de Moreira da Maia. Pelas 16h30 haverá a procissão, que percorrerá o lugar de Sta Catarina, seguindo-se o despique entre as duas prestigiadas bandas de música.

Para encerrar as festividades, às 20h realizar-se-á o sorteio a favor das festas, seguido de grande sessão de fogo de artificio.

Filomena Lamego

quarta-feira, 25 de Agosto de 2010

Pesca de Rio

A secção de pesca da Casa do Povo de Lousado organiza o seu 4.º concurso de pesca de Rio no próximo dia 4 de Setembro. A prova decorrerá no Rio Ave, em Santo Tirso. As inscrições são limitadas, terminam no dia 3 de Setembro e podem ser individuais ou por equipas. Os primeiros 15 individuais e 5 melhores equipas serão premiados.
Filomena Lamego

Carta Aberta

Uma palavra de agradecimento não chega para demonstrar todo o apreço que temos pelo Padre António Salvador Cabral.
Se a paróquia de Nine foi levada tão longe, a tantas terras, se nestes últimos anos evoluiu tanto, tudo isso se deve ao empenho do Padre Salvador Cabral.
Quando ele chegou à nossa paróquia, em meados dos anos noventa, iniciou um processo de organização e melhoria que durante muitos anos serão visíveis por todos aqueles que vivem e passam pela nossa paróquia.
Muitas organizações da nossa paróquia e dos arredores devem a sua criação e existência ao Padre Salvador Cabral e ao seu esforço e dedicação. O Agrupamento de Escuteiros de Nine, o Grupo de Jovens, os Catequistas, a Conferência Vicentina de Nine e o Grupo do Salão-Convívio dos Idosos são exemplos disso mesmo.
O gosto pela protecção do ambiente e da natureza nunca foi esquecido e frequentemente éramos lembrados da protecção ambiental nas suas homilias e vimos o seu meritório empenho ambiental na criação da associação local “Amigos do Rio Este”. As missas campais e os festivais musicais no rio Este também são um excelente exemplo da educação ambiental que quis fazer.
As organizações da paróquia que já existiam como as confrarias e a comissão fabriqueira em muito devem ao trabalho incansável do Sr. Padre. Foi graças a ele que elas se mantiveram como organizações de referência na paróquia.
Duas grandes paixões, para além do serviço ao próximo, identificamos no nosso saudoso pároco: a escrita e as artes. Como exemplo da primeira temos as dezenas de livros escritos, as dezenas de revistas editadas (a grande maioria sobre a nossa paróquia) e as centenas de boletins paroquiais escritos ao longo da sua paroquialidade em Nine. Como exemplo da sua paixão pelas artes recordamos as incontáveis músicas escritas para os vários grupos corais da paróquia, as dezenas de registos musicais (cassetes e CDs) editados e os festivais organizados. De facto, quando chegou a Nine apenas havia um grupo coral organizado, agora há uma mão cheia deles (Grupo Coral Litúrgico, Grupo Coral Bíblico, Grupo Coral Infantil, Grupo Coral dos Escuteiros e o Grupo Coral do Grupo de Jovens), sem contar com outros grupos que apoiou como o do Rancho Folclórico.
O Sr. Padre António Salvador Cabral sempre foi um fervoroso lutador pelas liberdades do indivíduo, em particular pela liberdade de expressão. Ele próprio sempre manifestou a sua opinião sobre os assuntos mais pertinentes e importantes. Escreveu livros, concedeu entrevistas a jornais, revistas, rádios e televisões e sempre sem “papas na língua”. Tal facto trouxe-lhe alguns dissabores, em particular as suas opiniões políticas. Contudo, achamos que sempre soube “separar as águas”, deixando a religião para os crentes e a política para os homens.
Quando assumiu a nossa paróquia, o Padre Cabral iniciou um processo de dinamização dos paroquianos como há muito não se via. Organizou semanas de reflexão bíblica, de formação para leigos e para os ministros da comunhão na paróquia e em muitas terras vizinhas. Graças ao seu trabalho e dedicação muitos de nós podemos dizer que nos sentimos mais participantes e membros vivos da Igreja.
A doença veio roubar-nos de forma crua e dura a sua presença entre nós, mas o trabalho que fez criou profundas raízes que não podem ser arrancadas dos nossos corações nem das gerações vindouras. Temos muita pena pela forma menos boa como foi conduzida a sua sentida substituição, mas garantimos que as suas sementes darão origens a árvores frutuosas cuidadas por aqueles que muito lhe têm a agradecer.
Muito ainda ficou por recordar e reconhecer, mas acreditamos que no seu coração e de todos aqueles que oram por si tais feitos não serão esquecidos.

Conferência Vicentina e paroquianos de Santa Maria de Nine, Vila Nova de Famalicão.

segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

Segurança precisa-se...

Tenho verificado que no nosso concelho existem dois locais particularmente propensos para a ocorrência de acidentes de viação (possivelmente com grande gravidade dadas as velocidades frequentemente aí praticadas), e que a resolução definitiva mais não representa do que uns cêntimos para o orçamento anual da Câmara.

O primeiro local é na estrada Nacional 14 em direcção à Trofa, por baixo do viaduto da A7 (junto à entrada da Recutex)

Desde que foi expandida a A7 para a Póvoa de Varzim/Vila do Conde, e já vão alguns anos, a iluminação pública na N14 foi cortada para a realização das obras da A7 e construção do viaduto. Contudo, até hoje, nunca mais foi reposta a iluminação pública nesses 300 - 400 metros da N14.

Sendo esta zona da N14 uma recta onde se atingem velocidades significativas, com vários cruzamentos ao nível e constantemente viaturas estacionadas por baixo do viaduto, para quem circula na N14 à noite é notória a falta de iluminação e a redução das condições de segurança.

Solicito pois que noticiem esta situação para que as entidades competentes tenham conhecimento e procedam ao restabelecimento da iluminação pública nessa área.

O segundo local é a recta de Sam em Ribeirão (recta da Ricon)

Há cerca de um mês esta via foi repavimentada e repintada. Contudo, face à melhoria das condições do piso é agora propícia à práctica de velocidades excessivas por parte de alguns condutores (em particular dos inúmeros TIR que por dia circulam neste troço, quer para o entreposto do Lidl, quer para as restantes empresas) .

Já presenciei nesta recta camiões TIR a circular acima dos 120 Km/h, inclusive já depois de instalada a sinalética de proibição de velocidades acima dos 40 Km/h.

Como é do conhecimento geral, esta recta atravessa um grande aglomerado populacional (Colina do Ave) e várias empresas cujo movimento de entrada e saída de pessoas e viaturas se contabiliza em várias centenas/dia.

Também é do conhecimento geral, que já várias fatalidades e inúmeros acidentes graves aconteceram recentemente nestes 2 Km de via.

Assim, considerando o aumento de segurança quer dos condutores, quer dos peões, solicito que noticiem mais esta situação, para que as entidades competentes sejam informadas e procedam à colocação de um semáforo de limitação de velocidade, nos dois sentidos, a meio desta recta (preferencialmente) entre os dois entroncamentos com os arruamentos da Colina do Ave).

Era também muito aconselhável, que se procedesse à construção de passeios desde a N14 pelo menos até à fábrica da Salsa.

Nas bermas deste troço de estrada circulam diariamente milhares de pessoas (funcionários das inúmeras empresas) sem qualquer tipo de protecção. Relembro ainda, o incremento no índice de perigosidade que representam as inúmeras viaturas pesadas que circulam nestes 2KM.

Gualter Costa

sexta-feira, 20 de Agosto de 2010

Mabor retoma produção planeada

O reinício planeado da laboração na Continental Mabor, após o período previsto de quatro dias de paragem de manutenção, ocorreu ontem, apesar do incidente num armazém externo arrendado.

Os danos encontram-se em avaliação, não sendo ainda conhecidas as causas do incêndio. O plano de contingência desta unidade industrial foi posto em prática de imediato, pelo que a produção ficou assegurada.

Apesar da dimensão do sinistro, não há vitimas a lamentar e os postos de trabalho não serão afectados, mantendo-se inclusivamente o plano em curso de admissão de novos colaboradores.

A pronta reacção das diferentes entidades, locais e regionais, dos colaboradores da empresa e da população de Lousado, foram determinantes para a limitação das consequências do incidente. Embora com enorme esforço em que actualmente estão envolvidas as corporações de bombeiros de toda a região, “regista-se com muito apreço a capacidade de mobilização de meios realizada”. Diz António Lopes Seabra, Presidente do Conselho de Administração da Continental Mabor em comunicado enviado à imprensa.

Filomena Lamego

quinta-feira, 19 de Agosto de 2010

Santa Eulália: Escola é mesmo para fechar!

Segundo a lista publicada no portal SAPO, a escola da Quintão, em Arnoso Santa Eulália, é uma das três escolas básicas que encerram no concelho de Vila Nova de Famalicão, já no ano lectivo que se inicia em Setembro. As outras duas são as de São Simão de Novais e de São Paio de Seide. (veja a lista completa aqui)

Caem assim por terra as dúvidas até agora existentes, embora o caso esteja longe de estar encerrado: a Junta sustenta que aquele estabelecimento de ensino tem o número de alunos suficiente para justificar a sua manutenção.

Carlos de Sá

Expulsões no PS: Carlos de Sousa lembra MAF e… Daniel Cunha

Na sua condição de militante socialista de V. N. de Famalicão, o deputado municipal Carlos de Sousa assina hoje no “Público” um artigo de opinião em que lembra as desavenças que estiveram na base da derrota do PS nas eleições autárquicas de 2001. No artigo, o também autor de uma crónica semanal n’ O Povo Famalicense faz critica o comportamento dos dirigentes do seu partido que, acusando-os da mesma falta estatutária grave em que incorreram todos os filiados no PS que se candidataram então pelo MAF, decidiram há dias expulsar Narciso Miranda, ex-presidente da Câmara de Matosinhos e durante anos líder da Federação Distrital do Porto do PS, e mais cerca de 200 filiados de Matosinhos, Marco de Canaveses, Porto e Coimbra.

Intitulado “Cristo, Barrabás e Pilatos perigosamente revisitados”, o artigo realça ainda a manutenção da condição de filiado no PS por parte de Daniel Cunha, eleito presidente da Junta de Freguesia de Novais, com o apoio da coligação PSD/CDS, em 2005 e 2009.


Reproduzimos aqui, na íntegra, o artigo do “Público” (clique na imagem para ampliar)


Filomena Lamego

Colheita de Sangue em Castelões.

A Associação de Dadores de Sangue de V. N. de Famalicão promove mais uma “Dádiva de Sangue” no próximo domingo, dia 22 Agosto, no Centro Social de Castelões, com o apoio do CNE 441 + Grupo de Jovens.

A”Colheita de Sangue” será realizada entre as 09h00 e as 12h30, pelo Instituto Português do Sangue do Porto e é aberta à população em geral.

Filomena Lamego

O GOVERNO PONHA AS "MÃOS NO FOGO"

Voltaram os fogos florestais!

Estando o ano 2005 em lume vivo, uma carta aberta alertou para as "políticas falhadas"!

Que se fez, de então para cá? Mais "políticas". Ou talvez a "política do «mais»: «mais» sapadores, «mais» protecção civil, «mais» duplicação de serviços e competências e atribuições. Sim, e «mais» umas entidades (não “lucrativas”) sedentas de milhões de euros condenados às labaredas das matas.

Tudo isto - é o que se faz pensar, e é o que se diz - por causa do supostamente "mais" tolo dos envolvidos: o proprietário. O proprietário seria o descuidado. O ser obstinado e perigoso que teima em não limpar a floresta com o mesmo cuidado com que devia lavar os dentes.

Mas alguém já pensou se o proprietário tem algum incentivo - e, já agora, algum tostão - para essa "higiene ambiental"?

A política do "mais", alguma vez se lembrou do proprietário? Aliás, o proprietário nem sequer deseja «mais» dinheiro. O proprietário fica contente com menos "chatices burocráticas", e menos "insinuações".

Mas, nada disso. O Sr. Ministro da Agricultura veio, sim, ameaçar que o Estado ainda vai tomar conta de propriedades “abandonadas”. E disse a ameaça em tom cândido, como se o Estado tivesse o seu mato num mimo!

Até quando temos de tolerar esta insensatez?

Melhor seria que o Governo pusesse, primeiro, as mãos na consciência e percebesse que o caminho passa por:

1. reforçar o vínculo do proprietário à sua propriedade, num verdadeiro sentido de coesão Nacional

2. definir uma estratégia clara do ordenamento do território que seja uma orientação fácil e um estímulo para o investimento seguro dos interessados.

Ponha o Governo as mãos na consciência. Depois, sim, ponha as mãos no fogo. Que nós, então, meteremos mãos à obra.

Artur Mesquita Guimarães

segunda-feira, 16 de Agosto de 2010

Mabor a arder!


Para já, pelo menos, é só nuns armazéns. Mas o fumo já tapa o sol para aquelas bandas; oxalá não faça mais mossa do que uns milhares de pneus queimados.
(foto roubada daqui)

quarta-feira, 11 de Agosto de 2010

Grupo Desportivo de Fradelos

O Grupo Desportivo de Fradelos irá dar início à nova época desportiva 2010/2011 no dia 31 de Agosto pelas 19 horas, tendo este ano o escalão de Escolas, que inclui jogadores nascidos nos anos de 2000, 2001, 2002 e 2003 e também o escalão de Infantis, que inclui jogadores nascidos nos anos de 1998 e 1999.
Filomena Lamego

Trofa inaugura nova estação


Segundo um comunicado da CP desde ontem divulgado, a nova estação da Trofa abre no próximo Domingo, dia principal das festas daquela jovem cidade. Isso pressupõe, obviamente, que o novo troço da linha do Minho entre também em funcionamento nesse mesmo dia.
A nova estação, erigida a cerca de quinhentos metros a Nascente da actual, fica próxima da nova Igreja da Trofa.
Com a entrada em funcionamento do novo traçado, o apeadeiro de Nossa Senhora das Dores será eliminado, curiosamente no dia em que têm lugar as solenidades em honra daquela santa.
Carlos de Sá

terça-feira, 10 de Agosto de 2010

Nuno Alves vai treinar infantis - Hóquei

Nuno Alves vai treinar a equipa de infantis do Famalicense Atlético Clube.

Nuno Alves terminou recentemente a licenciatura em Educação Física e Desporto e fará a sua primeira experiência no comando de uma equipa de hóquei. O novo treinador é atleta do FAC há muito tempo, fez todo o percurso nas camadas jovens e está integrado no plantel senior.

Os treinadores de todos os escalões do Famalicense Atlético Clube estão definidos. Nas escolinhas - Marinho; Benjamins/Escolares - André Barbosa; Infantis - Nuno Alves; Iniciados - Diogo Azevedo; Juvenis e Seniores - Rui Sérgio Teixeira.

Os treinos dos escalões de formação iniciam-se no dia 6 de Setembro.

Filomena Lamego


Preparação Juniores e iniciados

As equipas do Futebol Clube Famalicão, camadas jovens, que vão alinhar nos Nacionais de Futebol, continuam a sua preparação. Assim os Juniores realizam um jogo treino no próximo dia 14 de Agosto, pelas 17 horas, frente ao Salgueiros, no Campo Sintético de Ribeirão.

Quanto aos iniciados, dia 11, quarta-feira, defrontam pelas 11 horas a formação do Merelinense e no dia 15 de Agosto a formação do Salgueiros também pelas 11 horas, no Campos sintético de Ribeirão.

Filomena Lamego

João Gomes e o C.C Avidos/ Mansilhas Aço Inox e Alumínios fizeram história

Disputou-se entre o dia 6 e 8 de Agosto a Volta a Portugal de Cadetes em ciclismo, com a participação do C.C Avidos/ Mansilhas Aço Inox e Alumínios. Na 1ºetapa entre Travassos (Fafe) e Mondim de Bastos a chegada verificou-se em pelotão, tendo os ciclistas do C.C Avidos/ Mansilhas Aço Inox e Alumínios integrando o pelotão na linha da meta.

Na 2.º etapa, percorrida na localidade de Amares (Rendufe), vitoria categórica de João Gomes de C.C. Avidos/ Mansilhas Aço Inox e Alumínios, ficando este ciclista a escassos seis segundos de vestir a camisola amarela para a partida da terceira e ultima etapa. Na derradeira etapa, entre Atães (Guimarães) e Felgueiras, João Gomes para além de vencer a etapa isolado conseguiu ainda ganhar tempo a concorrência e sagrar-se o grande vencedor da Volta a Portugal de Cadetes.

Grande momento de gloria para o C.C Avidos/ Mansilhas Aço Inox e Alumínios mas também para o desporto famalicense que a partir de hoje tem inscrito um vencedor de Volta a Portugal de Cadetes. Destaque ainda par o 10º lugar da geral, o ciclista Fábio Ribeiro do C.C Avidos/ Mansilhas Aço Inox e Alumínios e o sexto lugar por equipas.

Filomena Lamego


sábado, 7 de Agosto de 2010

Fogo consumiu sete hectares de mata em Calendário

Cerca de sete hectares de mata foram ontem consumidos pelos fogo nos lugares de S. Miguel-o-Anjo e Outeiro, na freguesia de Calendário.
Os primeiros indícios de fogo surgiram ainda durante a manhã, tendo os Bombeiros Voluntários de Famalicão posto cobro ao pequeno foco. No entanto, as chamas voltaram em força cerca das três da tarde. No local estiveram seis viaturas e 15 voluntários daquela corporação, que só terminaram os trabalhos de extinção e rescaldo do fogo cerca da uma da manhã de hoje.
Segundo o Comandante Vítor Azevedo, esta local tem sido palco de sucessivos fogos de pequena dimensão desde há uma semana a esta parte, o que faz suscitar as suspeitas de que terão origem criminosa.
Durante a tarde de ontem o clima foi de muita tensão do lado de S. Miguel-o-Anjo, dada a proximidade do fogo relativamente a várias habitações. Bombeiros, PSP e elementos das brigadas móveis de vigilância da floresta concelhia, diligenciaram o fecho das casas e a retirada do exterior de qualquer material potencialmente combustível, no sentido de evitar o contágio das chamas.

Sandra Ribeiro Gonçalves

quinta-feira, 5 de Agosto de 2010

80 trabalhadores despedidos na “Sacramento Têxteis, S.A.”

Cerca de 80 trabalhadores da “Sacramento Têxteis, S.A.” foram surpreendidos na passada quarta-feira pela notícia do seu despedimento.

A informação, segundo trabalhadores que se mantiveram durante a manhã de hoje à porta da fábrica, foi dada verbalmente pela administração, e confirmada um dia depois, com a entrega do documento necessário para o subsídio de desemprego, e uma declaração de dívida onde constam os créditos dos funcionários à empresa.

Segundo o Sindicato Têxtil do Minho “nenhuma formalidade foi cumprida” por parte da administração.

A Administração da empresa mostrou-se indisponível para falar à nossa reportagem.

Sandra Ribeiro Gonçalves

ADRAVE promove Acção de Formação

Tendo como formador o Dr. Luís dos Anjos Corado, um dos maiores especialistas do país em termos do novo código de contratação pública, vai a Adrave levar a efeito, a partir do dia 23 de Setembro uma importante acção de formação sobre o novo CCP, destinada a empresas, funcionários da administração local, regional e central, comunidades intermunicipais, associações de municípios e empresas municipais.

Filomena Lamego

terça-feira, 3 de Agosto de 2010

Tertúlia reúne formandos de Cursos EFA da Forave







Foi num ambiente descontraído e informal que se realizou a Tertúlia Cultural organizada pelos formandos dos Cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA) de Instalação e Reparação de Áudio, Rádio, TV e Vídeo e de Técnicas da Qualidade, , no Café Concerto da Casa das Artes.

De acordo com os Mediadores destes cursos EFA, esta iniciativa inseriu-se no âmbito do Tema de Vida, “nosso país, a nossa cultura” e tinha como objectivo criar um espaço de discussão em torno da história de diferentes objectos típicos do nosso país. Para o efeito, cada convidado deveria fazer-se acompanhar de um objecto de uma determinada região de Portugal, que fosse considerado um símbolo da nossa cultura, apresentando-o a cada um dos convidados.

A definição de temas de vida é uma dimensão que transpõe todos os Cursos EFA, onde é solicitada a participação dos formandos para sugerirem actividades onde possam mobilizar e/ou desenvolver competências em cada unidade de formação. Desde o início deste ano que os formandos de ambos os Cursos foram participando em várias actividades em torno deste Tema de Vida, nomeadamente, visitas de estudo ao Portugal dos Pequenitos, à Quinta do Seixo na região do Douro, ao Mosteiro de Tibães, realização de maquetas de casas típicas das diferentes regiões do país, um mapa interactivo, entre outras.

Filomena Lamego

Fernando Moniz derrotado por Renato Sampaio

O silencioso afastamento de Avelino Leite da direcção regional do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), ocorrida na expectável renovação da comissão de serviço, tem afinal uma explicação simples: Renato Sampaio, presidente da distrital do Porto do PS, exigiu a cabeça de Avelino Leite, para lá colocar uma pessoa da sua confiança pessoal, embora sem as mínimas qualificações para o cargo: Manuel Joaquim Ramos, o actual director, era um obscuro professor numa escola secundária de Castelo Branco, até ser chamado a assessorar Valter Lemos na Secretaria de Estado da Educação. Com a transição deste para a pasta do Emprego, também outra personalidade afecta a Sampaio acaba por ser promovida, passando de técnica do IEFP a assessora do Secretário de Estado: Maria Alice Fonseca, familiar do deputado Fernando Jesus, um dos homens de mão de Renato Sampaio e tal como ele político profissional.

Renato Sampaio faz assim uma demonstração de poder dentro da máquina rosa, deixando Fernando Moniz e Joaquim Barreto (o eterno presidente da distrital de Braga) numa posição constrangedora. O dirigente portuense é igualmente um político profissional, mas ao contrário de Moniz não é detentor de qualquer licenciatura; contudo, é reconhecidamente o homem do aparelho rosa no distrito do Porto, onde só raramente conheceu a derrota interna nos últimos tempos (excepção feita à dupla derrota na Trofa, onde em primeiro lugar o seu protegido e nomeado na administração do Centro Hospitalar do Médio Ave perdeu as eleições internas para Joana Lima, que contra todas as expectativas se viu eleita presidente da Câmara local).


Carlos de Sá