Escreva-nos!

povo.famalicense@gmail.com

A sua opinião é importante.
Somos um blogue com rosto, pelo que as mensagens anónimas vão direitinhas para o caixote do lixo; se for o caso, indique que deseja permanecer anónimo; mas perante nós, identifique-se, por favor.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

A intolerável “caixinha” de Armindo

Sobre a vergonhosa situação em que se encontra o imóvel municipal do antigo Colégio Camilo Castelo Branco, noticia O Povo Famalicense esta semana: “Questionado pelo Partido Socialista, o edil Armindo Costa não se alongou nem deu grandes explicações acerca do destino que o seu executivo pretende dar ao local, dizendo mesmo que pretendia fazer “tabú” do assunto”.
Percebi depois, através de outro jornal local, que o vereador que se “atreveu” a confrontar o presidente da Câmara com aquele monumento ao desleixo e desnorte estratégico camarários foi Reis Campos. No que ele se foi meter: ousar mexer em assuntos do património municipal e tema de conversa recorrente entre os agentes do mercado imobiliário…
Tiro o chapéu a Reis Campos pela oportunidade do repto e incito-o, solidário e disponível para o secundar onde preciso for, a denunciar mais este despautério presidencial que só não o atinge por Armindo Costa já não ser, há muito, credor do respeito que é devido a um eleito local.
Ao continuar a fazer “caixinha” do futuro que destinou ao imóvel municipal do ex-Colégio Camilo, Armindo Costa evidencia, uma vez mais, as insuficiências da sua formação cívica e política e não disfarça as dificuldades que tem em gerir um órgão autárquico colegial, com composição pluripartidária e integrado por cidadãos com a mesma legitimidade democrática que a sua. Pensará ele que a Câmara é a Concelhia do PSD ou alguma das suas empresas?
Famalicão merece um presidente de Câmara com outra estatura cívica e política e outra dimensão institucional.

Carlos de Sousa

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Escritora Manuela Monteiro passou pela Didáxis

A Biblioteca da Didáxis recebeu a visita da escritora Manuela Monteiro. Os meninos e meninas do 1º e 2º Ciclos ouviram a escritora falar de “A Casa da Romãzeira”, a última publicação da autora, destinada ao público infanto-juvenil. “É um livro que se insere nas comemorações do 25 de Abril em Portugal e tem a finalidade de explicar às gerações mais jovens as motivações que estiveram na origem da Revolução dos Cravos”, explicou .
As ilustrações, da autoria de José Emídio, reflectem a coloração da plumagem do chapim real, à qual Manuela Monteiro associa o mês de Abril – “o mês azul e oiro”.
A história passa-se na Casa da Romãzeira, num lugar “onde é sempre Abril”. É uma casa escondida num jardim onde se esconde a árvore da Vida ou do Conhecimento, personificada na Romãzeira. O jardim parece envolver a casa, que encerra em si um segredo, protegendo-a. Um segredo que é guardado pelas sucessivas gerações de joaninhas que guardam a memória do tempo e da mudança.
Há também a presença de outra árvore – “a oliveira, de que não se sabe a idade”, que representa não só a paz mas também a permanência de um património histórico que é necessário preservar.
Outros elementos que se destacam na história são as duas joaninhas: a Joaninha-que-Voa e a Joaninha Menina, neta do patriarca da casa da Romãzeira e portadora do segredo da Casa, relacionado com a Revolução e o passado da Avó da Joaninha Menina…

Sandra Ribeiro Gonçalves

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Encerramento da escola de Arnoso Sta. Eulália: adiado segundo o vereador, oficializado segundo o autarca

A Assembleia de Freguesia de Arnoso Sta. Eulália aprovou por unanimidade um voto de protesto contra o encerramento da Escola do 1.º Ciclo da freguesia.
No referido documento, apresentado pelos eleitos da CDU com maioria no órgão mas ao qual se associaram os eleitos da Coligação PSD/PP, são feitas críticas à forma como o processo foi gerido pela Câmara Municipal.
No entanto, o vereador da Educação, Leonel Rocha, já teve oportunidade de esclarecer que este tipo de decisão não é da responsabilidade da autarquia mas da Direcção Regional de Educação do Norte.
Em declarações ao Povo Famalicense adianta que teve, na passada terça-feira, uma garantia verbal de que a escola permaneceria aberta mais um ano, numa lógica de adaptação da comunidade à transferência a concretizar no ano lectivo 2011/2012.
Manuel Joaquim, autarca de Arnoso contraria totalmente esta versão e, contactado há minutos por este semanário diz ter informações que o encerramento da escola até já está formalizado em despacho.


Sandra Ribeiro Gonçalves

terça-feira, 25 de maio de 2010

Septuagenário perde a vida em colisão frontal na EN 204

Um homem de 71 anos, residente em Cabeçudos, perdeu hoje a vida num acidente de viação ocorrido cerca das 16h00 na Estrada Nacional 204, nas imediações do Atlantik Parque.
O septuagenário seguia na direcção Famalicão-Santo Tirso, já depois de contornar a rotunda junto ao complexo comercial, quando um veículo circulando em sentido contrário se despistou e embateu quase frontalmente. Ao que conseguimos apurar no local o condutor do veículo que entrou em despiste terá fugido para a faixa contrária para evitar a colisão com um outro veículo que suspendeu a marcha à sua frente.
O homem de 71 anos acabou por falecer ainda no local do acidente. Registaram-se ainda três feridos ligeiros, todos eles ocupantes da outra viatura.
No local estiveram os Bombeiros Voluntários de Famalicão e Famalicenses, com duas ambulâncias cada. Para o acidente foi ainda mobilizada a Viatura Médica de Emergência e Reanimação estacionada no Hospital de Famalicão, um veículo para transporte de cadáveres dos Famalicenses e uma viatura para lavagem da estrada.
A GNR de Famalicão e a Brigada de Trânsito também estiveram no local para tomar conta da ocorrência e orientar o trânsito, uma vez que uma faixa de rodagem ficou ocupada até cerca das 18h00.



Sandra Ribeiro Gonçalves

segunda-feira, 24 de maio de 2010

GD Natação conquista 12 medalhas no Torneio Nadador Especialista

O Grupo Desportivo de Natação de Famalicão, teve mais um fim-de-semana repleto de sucesso na competição disputada, nomeadamente o Torneio Nadador Especialista, realizado nos dias 22 e 23 de Maio, nas piscinas municipais de Vila Meã, em Amarante.
Os atletas que obtiveram as medalhas de ouro foram o João Fernandes, o Simão Alves, o Luís Fernandes, Rita Ferreira, Mariana Almeida e Ana Fernandes. Os atletas João Rocha, Carlos Araújo, Rui Faria, Ana Azevedo e Andreia Granjo conseguiram alcançar a medalha de prata, ao passo que o nadador Marco Paiva obteve a medalha de bronze.

Sandra Ribeiro Gonçalves

Cavaleiro de 14 anos no Campeonato da Europa

João Pedro Gomes, cavaleiro de 14 anos de idade da Casa do Outeirinho, sagrou-se vencedor do Concurso de Saltos Internacional 2 estrelas em Ponte de Lima na categoria de Juventude.
Este facto permitiu-lhe ser novamente seleccionado para representar Portugal no Campeonato da Europa de Juvenis a realizar no próximo mês de Julho em França.


Filomena Lamego

quarta-feira, 19 de maio de 2010

A cidade a saque

Sábado, 15 de Maio, depois do jantar: quem quisesse aceder de automóvel à Rua de São João de Deus, quer para aí ficar quer para se dirigir à Rua António Carvalho Faria, encontrava a via encerrada ao trânsito, com agentes da Polícia Municipal a garantir. Estranho, porque nenhum aviso tinha sido publicado, nem sequer no portal do Município; alguma emergência, um acidente? Nada disso: era apenas uma passagem de modelos organizada por uma empresa particular, que tem a sua loja naquela rua! Claro que o facto de existirem laços de amizade entre famílias de proprietários e edis nada tem a ver com esse autêntico abuso de poder! Mas dormiria mais descansado se me garantissem que, além do mais, a Câmara, isto é, o nosso dinheiro, não patrocinou o evento.

Carlos de Sá

Noite de quê?

A “Noite dos Museus”, celebrada no passado sábado um pouco por toda a Europa, teve em Vila Nova de Famalicão, como direi… ligeiras nuances: transformaram o vetusto Palacete Barão da Trovisqueira numa delegação de um conhecido bar da cidade, onde não faltaram dj’s, com preços próprios de um estabelecimento de diversão nocturna. Contrariando a orientação do Instituto dos Museus (que muito sensatamente recomendava que a festa terminasse à meia-noite), a paródia durou até às tantas.
Está bem que se inove, é muito acertado tentar atrair diferentes públicos para os museus; mas o que se fez em Famalicão foi aviltar completamente o espírito das comemorações, transformando-as num evento ao gosto pechisbeque dos novos-ricos que ocupam o poder.

Carlos de Sá

A Questão Operária na I República

“A Questão Operária na I República: Historiografia e Memória” é o tema da próxima conferência do ciclo “As Grandes Questões da I República”, que vai realizar-se na próxima sexta-feira, pelas 21h30, no Museu Bernardino Machado.
A conferência que terá como orador convidado o professor do Departamento de História da Universidade de Évora, Paulo Eduardo Guimarães, vai abordar o papel da classe operária durante os primeiros anos da República, nomeadamente as múltiplas formas de organização e a diversidade das correntes ideológicas, entre outros aspectos.
Paulo Eduardo Guimarães é actualmente professor de História Contemporânea de Portugal, de História Social, Económica e Política Contemporânea no Departamento de História da Universidade de Évora. Colabora ainda activamente no Mestrado de Estudos Históricos Europeus e no programa de Doutoramento em História daquela Universidade. É membro do Núcleo de Investigação em Ciência Política e Relações Internacionais (U. Minho). Participa no projecto de investigação sobre o Movimento Social Crítico e Alternativo (MOSCA) em Portugal. É autor de "Indústria e Conflito no Meio Rural: os mineiros alentejanos (1858-1938)" (2001) e de "Elites e Indústria no Alentejo (1890-1960)" (2006).Tem artigos publicados em revistas científicas nacionais e internacionais sobre história social portuguesa e sobre o movimento operário português durante a I República.

Filomena Lamego

Acidente aparatoso na Curva do "Conde" em Riba de Ave

A conhecida curva do Conde, na freguesia de Riba de Ave, foi o local de mais um apartoso acidente cerca das nove horas da manhã de hoje.
O acidente envolveu duas viaturas ligeiras e causou dois feridos sem gravidade. Um deles teve que ser desencarcerado, o que levou a que os trabalhos de socorro no local se prolongassem, originando o congestionamento do trânsito na Estrada Nacional 204-5.
Os dois feridos, socorridos pelos Bombeiros de Riba de Ave, foram encaminhados ao Hospital de Famalicão.
A corporação ribadavense esteve no local com duas ambulâncias, o carro desencarcerador e oito homens. Socorridas as vítimas e arrumadas da via as viaturas os Bombeiros de Riba de Ave procederam ainda à lavagem do piso da estrada. A normalidade no tráfego só há minutos foi reestabelecida.



Sandra Ribeiro Gonçalves

Poeta Nuno Higino passou pela Escola Bernardino Machado

A Biblioteca da Escola Bernardino Machado recebeu na passada semana o poeta Nuno Higino. Com esta visita alguns alunos de 8.º ano levaram a acabo uma Tertúlia poética e consolidaram os conhecimentos sobre o texto poético.
Durante a tertúlia falou-se de poesia, declamaram-se e discutiram-se poemas do autor.
Nuno Higino, além de poeta, foi ordenado padre em 1985 e foi educador e professor de português no Seminário do Bom Pastor. Hoje é professor do ensino superior.
Tem publicados vários livros de poemas para a infância e juventude.




Sandra Ribeiro Gonçalves

terça-feira, 18 de maio de 2010

Partidos e militância

As maiores concelhias dos partidos do arco do Poder parecem estar concentradas em Vila Nova de Famalicão, ambas com mais de três mil inscritos cada. Isso não significa, nem de longe, um maior empenho cívico dos famalicenses, ou uma especial apetência destes pela militância partidária; estamos apenas em presença de gigantescos sindicatos de voto, dominados por eminências pardas de ambos os partidos, que assim procuram exercer lucrativa influência sobre os centros de decisão.

Vem isto a propósito da miserável participação eleitoral registada na eleição da Comissão Política local do PSD, no pretérito sábado: apenas quatro por cento dos inscritos fizeram uso da sua capacidade eleitoral activa. Muito pouco, mesmo tratando-se de uma eleição de lista única. Tão pouco, que Vítor Moreira não deixará de estar fortemente limitado no exercício do seu cargo, em razão da escassa representatividade se não estivesse já em razão do poder real que o "independente" presidente da autarquia detém, e a quem, em última análise, esta fraca participação confere maior poder.

Carlos de

Clube Desportivo de Lousado promove II Torneio de Futebol Feminino

O Clube Desportivo de Lousado promove, a partir de 5 de Junho, o sei II Torneio Feminino de Futebol de 5. As inscrições podem ser feitas até às 21h00 do dia 26 de Maio, sendo que o sorteio está agendado para o dia 28 às 21h30.
A equipa vencedora do Torneio é contemplada com 150 euros, a segunda com 75, sendo que a terceira e quarta classificadas recebem apenas troféu.

Sandra Ribeiro Gonçalves

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Bloco exige intervenção do Governo na VIM

O Bloco de Esquerda vai interpelar o Ministério das Obras Públicas sobre o plano que tem para a Via Intermunicipal Joane Vizela (VIM). De passagem pelo local há minutos o deputado Pedro Soares adiantou que o Bloco irá interpelar o Governo a agir nesta via estruturante, uma vez que a AMAVE não gera as verbas para a intervenção necessária, e as Câmara Municipais também nunca passarão de "pequenos remendos" que não resolvem a situação em definitivo.

Sandra Ribeiro Gonçalves

Bem-me-Quer acolhe Projecto Ambulatório de Saúde Oral e Pública

A Bem-me-Quer, instituição particular de solidariedade social de Delães acolhe, no próximo dia 20 de Maio, o Projecto Ambulatório de Saúde Oral e Pública, da Faculdade de Ciências da Universidade Fernando Pessoa do Porto.
Na instituição estará um carro de apoio e uma unidade móvel, devidamente equipada com consultórios e respectivos meios de diagnóstico, que servem o projecto, que realizam rastreios de medicina dentária, identificando necessidades de tratamentos que podem ser realizados nas duas clínicas dentárias da UFP do Porto. Fazem análises de medição de glicemia e colesterol; controlam a tensão arterial e os índices de osteoporose e a terapêutica da fala.
Entretanto, no dia 24 de Maio, pelas 18h30, ocorrerá uma palestra subordinada ao tema “Vamos tirar as fraldas? Seja assertivo no desfralde do seu filho.”, realizada por Paulo Coelho, da Associação de Ludotecas de Famalicão.
A palestra terá um custo simbólico de cinco euros e as inscrições encontram-se abertas.

Sandra Ribeiro Gonçalves

Bombeiros de Famalicão promovem 2.º Raid BTT

A Secção Desportiva e Cultural dos Bombeiros Voluntários de Famalicão leva a efeuto, no próximo dia 6 de Junho, o seu 2ºRaid BTT, uma iniciativa que tem como objectivo principal divulgar as qualidades de algumas das freguesias do concelho.
Depois do êxito conquistado no ano de 2009 com a realização do 1º Raid BTT, a Secção Desportiva e Cultural dos Bombeiros Voluntários de Vila Nova de Famalicão, realiza esta segunda edição no contexto do programa das comemorações do 120º aniversário da corporação.
Segundo a secção, esta edição apresenta algumas novidades face à anterior´, prevendo-se de resto uma maior afluência. A prórpia corporação, agrupamentos do CNE das várias freguesias envolvidas, Policia Municipal, PSP, GNR, entre outras entidades, participam da logística em torno do evento. Assegurada está Equipa Médica, socorristas ao longo de todo o percurso, observadores entre outros.
Os interessados deverão pagar 15 euros pela inscrição, o que inclui participação na prova, seguro de Acidentes Pessoais, abastecimentos, (Água), reforço (Água, Sumos, Iogurtes, Bolos, Pão, Frutas, Barras Chocolate), lanche Convívio (Churrasco de carnes variadas, Pão, Vinhos, Sumos e Cerveja), jersey alusivo a prova, banho e lavagem de bicicletas. Àqueles que vêm de outras localidades distantes os Bombeiros disponibilizam ainda espaço para dormir no ginásio do quartel, sendo que para isso basta virem os particiopantes munidos de saco cama. O preço da inscrição inclui ainda acesso a todos os sorteios e lembranças.
Mais infomações em http://2raidbttbombeirosfamalicao.blogspot.com.

Sandra Ribeiro Gonçalves

quarta-feira, 12 de maio de 2010

PARCERIAS PÚBLICO-PRIVADAS

A TALHO DE FOICE...

Tribunal de Contas arrasa parcerias público-privadas, por João Cândido da Silva

O mínimo que se pode dizer sobre as conclusões do relatório produzido pelo Tribunal de Contas a respeito das parcerias público-privadas no sector rodoviário, é que se trata de um documento impressionante. Com uma frieza implacável, o conteúdo do documento supera as piores desconfianças ao fornecer um retrato de caos e irresponsabilidade incorrigíveis, num negócio que serve muitos fins excepto aqueles que deveria cumprirSobre o asfalto onde rolam estas operações, o acelerador vai sempre a fundo se o que está em causa é derreter o dinheiro dos contribuintes.
A gestão e aplicação criteriosa dos recursos públicos são valores votados ao mais chocante desprezo, nos terrenos pantanosos onde cresce a rede de estradas nacionais. O documento impressiona pelo retrato que faz do caos que reina neste domínio. Denuncia a quase completa ausência de transparência nas poucas contas que vão sendo apresentadas, impedindo o escrutínio a que deviam estar sujeitas. Coloca a nu a escassa capacidade do Estado no acompanhamento dos contratos celebrados com as entidades privadas, sublinhando hábitos instalados de negligência. Mas há mais.
O texto evidencia o facto de a eficácia e eficiência dos elevados gastos efectuados com base na sangria dos cofres públicos não serem objecto de avaliação. Gasta-se, e muito, sem cuidar de verificar se os meios utilizados atingiram os fins desejados. Revela, também, que os riscos dos negócios para o Estado são simplesmente ignorados. E que este, sem planificação nem estratégia, vai tapando buracos à medida que vão surgindo, improvisando de acordo com a inspiração do momento.
Podia dar-se o caso de as graves denúncias efectuadas pelo Tribunal de Contas abrangerem algum período específico, situação em que as responsabilidades poderiam ser facilmente apuradas, desde que para tal houvesse vontade. Mas não é esse o caso. Para desconforto de quem se interesse por conhecer, mais de perto, a orgia esbanjadora que reina nas parcerias público-privadas, os governos que ficam mal na fotografia são todos aqueles que estiveram em funções desde 1999 até à actualidade. Na esclarecedora obra assinada por Guilherme d’Oliveira Martins, ninguém sai bem. Ou não será bem assim?
A incompetência, o desleixo e a irresponsabilidade reveladas pelos inquilinos do sector público que gerem e tomam decisões sobre as parcerias, colocam o Estado numa posição de fraqueza. Onde devia estar uma entidade zelosa e diligente, fica o vazio. E este é devidamente preenchido pelo vasto leque de fornecedores de serviços que, certamente, não se queixam de ver o seu volume de negócios crescer por conta dos devaneios de quem gere dinheiro que, não sendo de ninguém, pode ser deitado à rua.
Por tudo isto, até se compreende que o Tribunal de Contas tenha decidido divulgar o relatório ao serão de uma sexta-feira. Em véspera de fim-de-semana, quem quer arreliar-se com o facto de as parcerias público-privadas nas estradas já terem absorvido mais de mil milhões de euros em oito anos? E quem quer angustiar-se por se prepararem para sugar dez por cento do produto interno bruto nos próximos 20 anos?

Publicado em:
Site: Somos Portugueses
Data: 10/04/2008

Raul Tavares Bastos
Deputado Municipal

Famalicão recebe 8.ª etapa da Taça Coca-Cola

Famalicão é palco, no próximo sábado, para a oitava etapa da Taça Coca-Cola 2010. Os jogos iniciam-se às 10h00 no Estádio Municipal e esperam-se cerca de 1800 jovens participantes da região de Braga.
No domingo, 16 de Maio, realizam-se as finais masculina e feminina, ficando apurados os representantes da região nas finais que decorrem em Junho. A cerimónia de entrega de medalhas para os vencedores da etapa tem início às 17h30.
Para a edição 2010, a organização espera conseguir juntar mais 12 mil jovens, em competição, ao longo de dez etapas regionais.
A Taça Coca-Cola conta com o apoio do Instituto do Desporto de Portugal, do Instituto Português da Juventude e do Instituto da Droga e da Toxicodependência. O seu principal objectivo é o de incutir nos jovens portugueses o interesse pela adopção de um estilo de vida que integre práticas desportivas regulares.

Sandra Ribeiro Gonçalves

Centro Hospitalar com Serviços de Cirurgia de Ambulatório e de Traumatologia renovados

Os serviços de Cirurgia de Ambulatório e de Traumatologia da Unidade de Famalicão, que integra o Centro Hospitalar do Médio Ave (CHMA), passaram recentemente a dispor de novo espaço, devidamente equipado e com áreas de trabalho bem mais funcionais.
O investimento na adaptação dos Serviços de Cirurgia de Ambulatório e o novo equipamento hospitalar a este afecto ascendeu a quatrocentos mil euros, enquanto que os custos de adaptação e novo mobiliário do Serviço de Traumatologia/Ortopedia, rondaram os 615 000 euros, totalizando o esforço financeiro do CHMA cerca de um milhão de euros.
A criação destes novos espaços, insere-se no grande objectivo definido pelo CHMA, ou seja, o de tornar toda a área hospitalar das unidades que o integram, funcionais e condizentes com as exigências e necessidades dos tempos de agora.

Sandra Ribeiro Gonçalves

Forave recebeu alunos de escolas europeias

A FORAVE recebeu, de 3 a 7 de Maio, e no âmbito de um projecto Comenius Multilateral, um grupo de alunos europeus de escolas da Noruega, Hungria, Bulgária, Roménia, Itália e Turquia.
Sob o tema “O que somos, o que esperamos vir a ser”, alunos e professores compararam preferências e vivências, avaliaram os trabalhos realizados desde o início do projecto e planearam a próxima visita à Noruega.
Também nesta visita houve tempo para conhecer as cidades de Guimarães, Viana do Castelo e Porto, bem como para contactar com as nossas tradições durante um jantar ao som de cantares e danças do folclore nacional.
Mas, a actividade central de toda a semana foi um espectáculo multicultural em que os parceiros mostraram trajes e dançares tradicionais de cada país que contrastaram com um desfile de moda protagonizado pelos alunos participantes no projecto.

Sandra Ribeiro Gonçalves

terça-feira, 11 de maio de 2010

Estágios Profissionais

Depois de ter lido no vosso jornal, as declaraçoes do dr Mário Martins sobre o centro de Emprego de vila Nova Famalicão, e concordando em 100% em tudo que foi dito por ele, gostava de ter uma oportunidade de revelar o que realmente são os estágios profissionais. Uma medida criada pelo governo, para promover o emprego, e a qualificaçao dos seus destinários, onde se cria um contrato de formaçao em contexto de trabalho, que as empresas transformam numa palhaçada total, e sei bem do que que falo.
Apesar de ter estagiado numa grande empresa, tive uma orientadora de estágio péssima, durante o meu periodo de estágio nunca me explicou, nunca me orientou, eu estava ali como uma autentica serviçal dela, o contrato que se assina de formação em contexto de trabalho é uma verdadeira fachada para o que realmente acontece, trabalha se como outro colaborador qualquer, ás vezes até mais, estamos lá aos desmandos de toda a gente, nunca ninguem me definiu um plano com os objectivos que devia atingir durante o estágio, ora num dia fazemos uma coisa, no outro já estamos a fazer outra totalmente diferente, sem ter acabado o anterior, e se não sabemos fazer não vem ninguem explicar como se faz, aliás até somos repreendidos. Estamos ali como mão de obra barata, já que a nossa bolsa de formação é comparticipada pelo governo. claro que compensa ás empresas admitir estagiários, fazem o que fazem um colaborador da empresa, e não têm direitos nenhuns, acabando o estágio que dura 12 meses vamos para casa semtrabalho, e apesar de se trabalhar um ano, nem subsidio de desemprego, nem nenhuma ajuda.
Claro que para o nosso lugar virá outro estagiário, e as empresas vão se mantendo à custa da exploração dos jovens. Se soubesse o que sei hoje, nunca teria aceitado o estágio, tenho a
certeza que como eu milhares de jovens passaram o que eu passei.

(Leitora devidamente identificada)

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Trolhas e Doutores

No blogue da candidatura de Orlando Oliveira, este fazia saber que aquela era uma lista de "trolhas e doutores". Para que não haja confusões, Quintino Pinto e Ivo Sá Machado, num abaixo assinado recente, fazem questão de colocar o "dr." a preceder a assinatura - conforme pode conferir no documento abaixo reproduzido.
Carlos de Sá

MAF Mario Martins

Parabéns Quim!

Parabéns ao Quim, um famalicense merecidamente campeão.
Parabéns, também ,para a Ruivanense, a primeira escola do Quim.Também ela campeã.

Edna Cardoso

sexta-feira, 7 de maio de 2010

MAF reanima-se na solidariedade


Quem julgava o MAF extinto, enganou-se: está vivo e recomenda-se. Num comunicado hoje divulgado, os mafistas mostram-se indignados com a demissão de Mário Martins, e deixam mesmo um recado directo a Fernando Moniz.
É a primeira quezília, das muitas que se adivinham, que nem as mordomias e sinecuras que Moniz tem assegurado parecem poder suprimir. Na verdade, só quem esteja distraído quanto aos fundamentos do MAF se pode permitir pensar que umas quantas palmadas nas costas fariam desaparecer feridas profundas; é uma questão de tempo até estalar o verniz de um "casamento" de conveniência (mas obviamente contra-natura).

Carlos de Sá

PSP apreende armas e munições

A PSP de Famalicão apreendeu na manhã de hoje diversas armas e munições. A apreensão ocorreu no âmbito de um mandado de busca e apreensão, emitido pelo Tribunal Judicial de Vila Nova de Famalicão.
As armas e um estojo com diversas muniões foram apreendidas na residência. No interior do veículo automóvel do detido foram encontrados e apreendidos os livretes de manifesto das armas apreendidas. A PSP contatou ainda que as armas se encontravam fora das condições legalmente impostas, motivo pelo qual o mesmo foi detido.
Segundo o Comando Distrital da PSP "a diligência decorreu sem que se tenham verificado incidentes" e o detido foi já conduzido ao Tribunal para primeiro interrogatório judicial
Entretanto, cerca das 19h00 de ontem a PSP procedeu à detenção de um indivíduo do sexo masculino de 51 anos de idade, residente em Famalicão, por desobediência ao recusar-se a efectuar o teste de despistagem de álcool.
O detido foi notificado para comparecer hoje pelas 09H30 nos serviços do Ministério Público junto do Tribunal Judicial.
Sandra Ribeiro Gonçalves

CRIANÇAS DE SEIDE S. MIGUEL NA EB2,3 JÚLIO BRANDÃO

As crianças do Jardim-de-Infância de Seide S. Miguel, deslocaram-se à EB2,3 Júlio Brandão para participarem na Oficina de Artes que funciona semanalmente naquela escola.
Estando este grupo de crianças a fazer um trabalho de projecto sobre o arco-íris, surgiu a oportunidade de poderem aprofundar os seus conhecimentos nesta matéria, principalmente no que diz respeito à cor.
As Professoras Sandra Longras e Isabel Pedra que dinamizam a Oficina de Artes, apresentaram um powerpoint sobre a origem das cores, para logo de seguida passarem à parte prática da actividade, ou seja, puseram os meninos a misturar as cores primárias com as mãos para daí obterem as cores que compõem o arco-íris. A actividade culminou com a pintura em papel de cenário de um grande arco-íris.
Para a Educadora Elsa Mendanha este trabalho de articulação entre ciclos serviu para consolidar as aprendizagens que as crianças estão a fazer com o projecto desenvolvido, permitindo ainda que fossem feitas experiências num contexto educativo diferente.

Filomena Lamego

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Junta de Gavião promove rasteio de saúde gratuito




Jorge Ferreira abandona hóquei do FAC

Jorge Ferreira abandona hóquei do FAC
Cerca de um mês depois de ter deixado de orientar a equipa principal do hóquei do Famalicense Atlético Clube (FAC), Jorge Ferreira deixou agora o cargo de coordenador das camadas jovens e treinador de vários escalões jovens do Famalicense Atlético Clube.
Ao que O Povo Famalicense conseguiu apurar a saída ocorre devido a divergências com a direcção a nível desportivo e financeiro.
Em comunicado o treinador afirma que sai “sem qualquer ressentimento”, e aproveita para deixar “um enorme agradecimento a todos os colaboradores, atletas, pais e a todos os que realmente e verdadeiramente apoiam o Hóquei em Patins do Famalicense Atlético Clube”. Livre de responsabilidades no hóquei do FAC disponibiliza-se “para abraçar novos projectos”.
(Mais na próxima edição de O Povo Famalicense)

Sandra Ribeiro Gonçalves

quarta-feira, 5 de maio de 2010

Famalicão antes e depois

video

Nota: as imagens mais recentes já não são... muito recentes!

PSP apreende diverso material informático furtado na Escola D. Sancho I e num estabelecimento comercial

A PSP apreendeu hoje, diverso material informático no valor de três mil euros e uma quantia monetária no valor aproximado de nove mil euros furtada de um estabelecimento comercial da cidade na noite de ontem. Na sequência de denúncia os agentes efectuaram diligências de investigação que motivaram a realização de uma busca domiciliária, sendo que esta culminou com a intercepção do alegado autor do furto, um indivíduo de 21 anos, e com a identificação do material roubado. Quanto ao dinheiro apenas foi possível recuperar uma parte.
O suspeito foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência enquanto aguarda julgamento.
Entretanto, a PSP recuperou também parte do material informático roubado no passado dia 2 de Abril na Escola Secdunária D. Sancho I. As averiguações do agentes conduziram aos presumíveis autores, pelo que foram efectuadas várias diligências, entre elas buscas domiciliárias, sendo recuperado parte do material
informático furtado naquele estabelecimento de ensino. Algum já teria sido vendido.
Os alegados autores são jovens com idades compreendidas entre os 20 e os 25 anos, de ambos os sexos. Algun deles são mesmo alunos da escola. Foram identificados, constituídos arguidos e sujeitos a termo de
identidade e residência enquanto aguardam julgamento.

Sandra Ribeiro Gonçalves

PS pede esclarecimento cabal da saída de Mário Martins do Centro de Emprego

O Partido Socialista quer um explicação cabal acerca dos motivos que levaram à saída de Mário Martins da direcção do Centro de Emprego. Em comunicado o PS adianta que eram vários os sinais de um bom desempenho deste responsável na chefia daquel organismo, pelo que se impõe um esclarecimento público dos motivos que balizaram esta decisão.
(Mais na próxima edição de "O Povo Famalicense")

Sandra Ribeiro Gonçalves

Riba de Ave: utentes vão passar a pagar transferências hospitalares em ambulância

Os doentes que tenham que ser transferidos em ambulância para novas unidades hospitalares a partir do Hospital Narciso Ferreira, em Riba de Ave, vão ter que passar a pagar o transporte à corporação de Bombeiros da Vila.
A decisão, anunciada em comunicado pela direcção, é fundada no facto de nem a Administração Regionald e Saúde, nem o hospital da Santa Casa da Misericórdia de Riba de Ave assumirem esses custos. Esta situação arrasta-se há anos, com a corporação a assumir sozinha os encargos inerentes a estas transferências hospitalares.
Segundo o comunicado esta deliberação passa a ter efeitos a partir do dia 10 de Maio.
(Mais pormenores na próxima edição de "O Povo Famalicense")

Sandra Ribeiro Gonçalves

CARTA ABERTA

SIMPLESMENTE, MÁRIO MARTINS...

O meu velho amigo Mário Martins tem um estatuto moral, intelectual e cívico que deve merecer o respeito e a consideração de todos os famalicenses, independentemente de posicionamentos politico-partidários.
Foi, é e será um Homem de princípios, de valores e de causas.
Um Homem de trabalho e de acção.
Um Homem solidário e voluntarioso com apurado sentido de justiça social e de solidariedade.
Um Homem de querer e de crer.
Um Homem com alma.
Um Homem de luta.
Um Homem forjado pelas agruras da vida.
Um Homem resistente.
Um Homem que preza a sua Liberdade e a Liberdade dos outros.
Um Homem que nunca viveu do partido, mas que o partido jamais viverá sem ele.
Um Homem detestado pela inveja da mediocridade e da incompetência.
Um Homem com voz, com palavra, dita e escrita.
Um Homem inconformado e sonhador.
Um Homem de lançar sementes.
Um Homem de abrir caminhos.
Um Homem bom, simples e humilde.
Um Homem, um cidadão, um Famalicense...
Um Homem de se lhe tirar o chapéu...
Por uma questão de RESPEITO!


Manuel Augusto M.de Araújo

terça-feira, 4 de maio de 2010

20.º Aniversário da Continental Mabor

Continental pelo Coração

A Continental Mabor, empresa do Grupo Continental comemora no próximo dia 1 de Julho o 20.º aniversário. Para esta ocasião foi elaborado um programa que inclui actividades desportivas, culturais e momentos de convívio entre os colaboradores.
Integrada no vasto programa das comemorações e numa campanha de sensibilização a favor da saúde e bem estar, a Continental associando-se ao mês do coração, leva a efeito uma caminhada, para a qual convida não só os seus colaboradores e familiares como a população em geral.
Trata-se de mais uma das inúmeras iniciativas que a Continental, no âmbito da sua responsabilidade social, tem efectuado ao longo dos anos junto dos seus colaboradores para promoção de uma vida saudável.
No dia 16 de Maio, esta caminhada que é uma forma simples e saudável de proteger a saúde do coração, terá um percurso de cerca de 4 kms e efectua-se nas ruas de Lousado.
O valor simbólico da inscrição reverte a favor da Fundação Portuguesa de Cardiologia.


Filomena Lamego

Escola de Atletismo Rosa Oliveira: estreia com grandes resultados

Os alunos da Escola de Atletismo Rosa Oliveira participaram no passado dopmingo na sua primeira prova, estreando-se com excelentes resultados.
A Escola conquistou grandes resultados em termos individuais e colectivos com um total de quatro vitórias. Em Minis Femininos Inês Rosas foi a vencedora com uma grande prova. Em termos colectivos a Escola de Atletismo Rosa Oliveira foi a vencedora, sendo que para isso contribuiram as prestações de Mariana Dinis (4º lugar), Ana Marinho (5º lugar), Catarina Lobo (6º lugar), Inês Peixoto (7º lugar) e Inês Marinho (8º lugar). Em Minis Masculinos o grande Vencedor foi Duarte Cunha da Escola de Atletismo Rosa Oliveira, sendo que em termos colectivos a Escola de Atletismo Rosa Oliveira venceu também no Escalão Minis Masculinos. Para issso contribuiram as prestações dos atletas Pedro Silva (8º lugar), Luís Carvalho (9º lugar), José Pimenta (10º lugar), José Lima (14º lugar) e Rodrigo Oliveira (19º lugar). No escalão de Benjamins Masculinos o atleta Pedro Mesquita ficou num excelente 8º lugar.
"Todas as crianças da Escola de Atletismo Rosa Oliveira estão de parabéns pela primeira prova em que participaram, sendo que esta foi a primeira de muitas em que iremos participar este ano", refere a Associação Moinho de Vermoim em comunicado.
A secção de Atletismo da também participou na prova de Atletismo de Landim e conquistando à semelhança da Escola bons resultados. Rosa Oliveira venceu no Escalão Séniores Femininos, sendo que no mesmo Escalão Herminia Pereira ficou em 2º lugar. Em termos colectivos a AMVE venceu o Escalão Séniores Femininos. Em Veteranos Masculinos a AMVE também conquistou lugares de relevo, sendo que em termos colectivos foi a grande vencedora no Escalão Veteranos Masculinos, sendo que para isso contribuiram as prestações de Joaquim Ribeiro (3º lugar), Américo Oliveira (5º lugar), Custódio Mota (8º lugar) e Manuel Peixoto (12º lugar). No escalão de Juniores Masculinos o nosso Atleta André Machado ficou num excelente 2º lugar. A todos os atletas da secção de Atletismo que participaram neste evento, parabéns pela sua excelente prestação. A Junta de Freguesia de Landim homenageou a Campeã do Mundo por tudo o que tem feito pelo concelho e pelos excelentes resultados que conquistou durante a sua carreira Desportiva. A AMVE felicita a Junta de Freguesia pela excelente iniciativa promovida.

Sandra Ribeiro Gonçalves

segunda-feira, 3 de maio de 2010

A propósito...

Conto-me entre as pessoas que não exultaram com a nomeação de Mário Martins para o Centro de Emprego. Por isso, estou particularmente à vontade para falar do seu afastamento: é um sinal inequívoco da queda do poder de influência de Fernando Moniz. Parece-me, por outro lado, um sinal do estado da perfeita auto-gestão em que tem vivido o IEFP há largos anos (que denunciei em correspondência pessoal para vários interessados).
Se a parca capacidade de influência de Moniz é uma questão que apenas atrapalhará o próprio e mais um meia dúzia de nomeados, a questão da gestão do IEFP é verdadeiramente preocupante, porque nenhum titular da pasta teve, nos últimos anos, a coragem de mexer naquele gigantesco sorvedouro de dinheiros públicos, aparentemente entregue ao arbítrio de funcionários de topo, sem alma nem outros objectivos que não sejam o de manterem o seus próprios privilégios.

Carlos Sá

sábado, 1 de maio de 2010

Mário Martins afastado do Centro Emprego

Em nota enviada à imprensa o director do Centro de Emprego Famalicão, Mário Martins anunciou que cessara funções naquele organismo mostrando-se decepcionado pela forma como o processo que conduziu à sua substituição no Centro de Emprego foi conduzido.
Segundo o responsável não houve “a decência mínima para me porem ao corrente da situação” e foi mais longe ao afirmar que “aprendi no IEFP é preciso tirar sempre o chapéu ao chefe, mesmo que o chefe não tenha razão.”
Mário Martins diz mesmo ter tomado algumas posições incómodas sobre “os serviços partilhados que retiram capacidade às economias locais, a centralização de candidaturas (os resultados estão à vista, com candidaturas que há um mês e meio esperam resposta), questões com o pessoal que, decorridos quatro meses, estão ainda por resolver. “Atrevi-me” até a tomar posição sobre o sistema de avaliação, pelas injustiças que gera, e isso não terá caído bem aos “chefes”… Defendi os técnicos que, às vezes, são tratados “abaixo de cão” e isso é incómodo para alguns dirigentes.”
Mário Martins declara ainda que esta substituição não poderá ser pelos resultados de 2009 “um ano extremamente difícil – que as coisas correram neste sentido. O Centro de Emprego de Vila Nova de Famalicão foi um dos três centros da Região Norte a ter apenas um “vermelho” na concretização dos objectivos. Esse “vermelho” é o dos estágios profissionais”, com metas perfeitamente irracionais e onde quase todos os centros baquearam. Aliás não se percebem bem os critérios que levam à fixação de determinadas metas. Tudo o resto foi “verde” ou “azul”, atingindo-se ou superando-se todos os objectivos.”
Para o mesmo responsável “bastará uma análise simples e superficial para verificar os resultados do Centro de Emprego de Vila Nova de Famalicão, comparando-os com 2008: fizeram-se mais estágios, fizeram-se mais “POCS”, criaram-se mais empresas e postos de trabalho, receberam-se mais ofertas, fizeram-se mais colocações e mais “encaminhamentos”, “abrangeram-se” muitos mais desempregados! Os números falam por si e é só lê-los…”
A terminar Mário Martins sublinha “o trabalho não foi meu. Foi dos abnegados e competentes técnicos do Centro de Emprego de Vila Nova de Famalicão. Mas… Resultados são resultados!
Se não foi pelo trabalho desenvolvido, há-de ter sido por outras coisas que a minha inteligência não consegue explicar, numa sociedade democrática e responsável…”

Filomena Lamego