Escreva-nos!

povo.famalicense@gmail.com

A sua opinião é importante.
Somos um blogue com rosto, pelo que as mensagens anónimas vão direitinhas para o caixote do lixo; se for o caso, indique que deseja permanecer anónimo; mas perante nós, identifique-se, por favor.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Elegância e Glamour em mais um ArteModa Famalicão

O ArteModa Famalicão regressa no próximo sábado, dia 30 de novembro, com mais uma edição de elegância e brilho a que já habitou a organização. A apresentadora da TVI, Cristina Ferreira, e o jornalista da televisão angolana, Victor Hugo Mendes, são os anfitriões da edição deste ano, marcada pela aposta na moda angolana e pela associação à luta pelos Direitos Humanos.
 O evento, promovido pela Câmara Municipal e pela Educarte, em parceria com a empresa “Brincar às Estrelas” e com o Instituto Português do Desporto e Juventude, decorre no Pavilhão Municipal de Famalicão, pelas 21h30, e vai apostar pela primeira vez na sua internacionalização, com a participação de criadores e modelos angolanos, como será o caso da criadora Tina Souvenir e da Miss Angola 2013, Maria Castelo.
 À passerelle do ArteModa Famalicão vão também subir criadores nacionais, como é o caso de Elsa Barreto e Rafael Freitas, que vão apadrinhar e apoiar o lançamento de coleções de novos e jovens estilistas que irão marcar presença no evento.
 O espetáculo do próximo sábado vai também associar-se ao movimento mundial “Cidades Para a Vida – Cidades Contra a Pena de Morte”, promovida pela Amnistia Internacional. Os famalicenses que neste dia se desloquem ao Pavilhão Municipal serão convidados a integrar a Maratona das Cartas da Amnistia Internacional. Uma ação mundial de recolha de assinaturas, que tem por objetivo o envio massivo de cartas e postais reclamando a libertação de prisioneiros de consciência e promovendo a luta contra as violações dos Direitos Humanos. 
 Durante o evento vai ainda realizar-se outro momento simbólico a favor desta causa – o “Shine a Light”, em que todos os presentes vão acender uma vela que irá iluminar o rosto de alguns defensores dos Direitos Humanos que atualmente se encontram presos ou em parte incerta.
 A entrada no ArteModa Famalicão é gratuita, estando no entanto condicionada à apresentação de convite que poderá ser levantado em qualquer um dos locais anunciados no cartaz.
Filomena Lamego 

terça-feira, 19 de novembro de 2013

Estreia amanhã, quarta feira, dia 20 de novembro, o espetáculo de teatro “Eis o Homem”, no Grande Auditório da Casa das Artes de Famalicão. A peça, que conta com as interpretações de Adolfo Luxúria Canibal e José Eduardo Silva, é uma co-produção entre a Associação Cultural Mundo Razoável, a Casa das Artes de Famalicão, o Teatro Nacional São João e o Externato Delfim Ferreira.
Escrita a partir da obra “Ecce Homo” do filósofo Nietzsche e das palavras proferidas por Pilatos à multidão na altura da crucificação de Cristo, “Eis o Homem” conta-nos a história de dois homens torturados numa cave com o intuito de alcançar a sua purificação e renascimento. A proximidade com a morte, oferecida por um “torturador iluminado”, irá conduzir estes homens a uma reflexão vital sobre a humanidade.
A peça estará em cena nos próximos dias 20, 21 e 22 de novembro, a partir das 21h30. A entrada tem o custo de oito euros, reduzindo para metade para os estudantes e portadores do Cartão Quadrilátero Cultural. 
Filomena Lamego 


sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Casa de Camilo vai integrar projeto “Escritores a Norte”

O Município de Vila Nova de Famalicão, através da Casa-Museu Camilo Castelo Branco, vai aderir ao projeto “Escritores a Norte”. A proposta, apresentada ao executivo pelo próprio Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, que é também responsável pela pasta da Cultura da autarquia, foi unanimemente aprovada pelo Executivo Municipal, na Reunião de Câmara desta quinta feira, dia 7 de novembro.
O projeto “Escritores a Norte” é uma iniciativa da Direção Regional de Cultura do Norte para articular de forma coerente a atividade das Casas Museu e Fundações de Escritores do Norte de Portugal, conferindo uma maior visibilidade às atividades desenvolvidas e estabelecendo atuações comuns entre as diversas entidades.
“Uma adesão que muito nos honra”, refere Paulo Cunha, “tendo em conta que se trata de um dos valores patrimoniais famalicenses mais importantes e mais distintos entre os espaços museológicos dedicados à preservação e à divulgação da memória dos maiores nomes da Literatura e da Cultura Portuguesas”.
Sobre o projeto, o autarca acredita que “quanto maior for o plano de trabalho conjunto das Casas –Museu e Fundações da região Norte, maior será também a eficácia do esforço desenvolvido por estas instituições na valorização das obras dos respetivos patronos”.  
Filomena Lamego


quinta-feira, 7 de novembro de 2013

TORRE SÉNIOR promove ciclo de encontros intergeracionais: Conto Consigo!

No passado dia 30, a Torre Sénior iniciou um ciclo de encontros intergeracionais, em parceria com o Colégio A Torre dos Pequeninos. A iniciativa pretende promover a partilha de experiências, saberes, percursos, sensibilidades e modos de estar entre idosos e os alunos do colégio. A abertura do ciclo de atividades foi da responsabilidade da residente da Torre Sénior, Ana Júlia Fidalgo de Matos Pais da Silva, “Coube-me a leitura de um conto O rato do campo e o rato da cidade da escritora Alice Vieira. A história contou com uma encenação de marionetas feitas por um grupo de idosos, com materiais simples, produzidos com muita imaginação e criatividade. Mostrámos às crianças que se pode criar, com materiais simples e com muita imaginação, brinquedos que servem múltiplos efeitos. Os nossos talentos mereceram a aprovação de todos!
Após as apresentações, iniciou-se a leitura do conto, finda a qual se ouviram os comentários e respetivas interpretações. As educadoras foram estimulando e sugerindo a comparação entre o campo e a cidade. Finalizamos o encontro com uma canção e com muita alegria e boa disposição.
Partilha, aprendizagem, olhar o outro, sensibilizar para a caminhada da vida foram sentimentos sempre presentes. Os alunos prometeram retribuir a visita, certamente também com as suas propostas. Parabéns aos promotores, atentos, deste convívio.”
A Torre Sénior (em funcionamento desde Junho é uma das maiores unidades do país, com capacidade para 112 residentes, possuindo uma ala de Cuidados Continuados com 28 camas) promete inovar dando vida ao lema: “Aqui, A Vida Continua!”.


sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Mostra de Atividades do Clube Sénior recorda Tradições

O Clube Sénior da Associação Gerações promoveu mais uma tarde de convívio, alegria e animação para os seniores e amigos do Clube Sénior.
 A animação teve início às 15h com a recriação de uma desfolhada à moda antiga, que de imediato convidou todos os seniores a juntarem-se à volta das espigas de milho. 
 Para além de desfolharem o milho, os seniores dançaram ao som de músicas tradicionais e músicas mais contemporâneas, que foram desde os sons das concertinas de Arnoso Santa Eulália, até às danças e músicas da escola de dança Groove Spot e da campeã nacional de dança de salão Bárbara Ribeiro.
 Ao longo da tarde foram exibidas nas diferentes salas do nosso espaço, exposições de pintura e decoração de materiais, artes com trapilho, bordados e artes florais, tudo com o objetivo de dar a conhecer os trabalhos realizados pelos seniores nos diversos ateliês que frequentam na Associação Gerações.
 A 4.º Mostra de Atividades terminou com um lanche convívio onde todos os participantes puderam confraternizar.
Ana Filipa Ribeiro 

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Presidente da Câmara cria Dia de Atendimento ao Cidadão

Medida foi anunciada esta manhã num pequeno almoço com os órgãos de Comunicação Social

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão criou o Dia de Atendimento ao Cidadão. A medida foi anunciada esta manhã por Paulo Cunha, num pequeno almoço realizado com os meios de Comunicação Social, no Parque da Devesa. O autarca revelou que o seu executivo reserva as manhãs de quarta feira para ouvir os munícipes, num exercício de proximidade para com o cidadão que o novo autarca do concelho vê como essencial ao exercício democrático. “Faz parte das tarefas de um presidente de Câmara ouvir os munícipes, dando uma especial atenção humana aos seus problemas individuais e às suas reivindicações”, assinala Paulo Cunha, assegurando que o executivo por ele liderado em circunstância alguma tratará os  cidadãos de forma abstracta e insensível.

A decisão do Presidente da autarquia famalicense em abrir os gabinetes do executivo à comunidade é particularmente significativa no contexto social atual, em que muitos cidadãos se encontram em situação particularmente sensível e sentem necessidade de partilhar os seus problemas e de perceberem as possibilidades de apoios dentro dos programas municipais disponíveis. Paulo Cunha não rejeita a atenção aos seus munícipes e garante “que os gabinetes da sua equipa autárquica vão estar sempre disponíveis para ouvir as pessoas e para as ajudar na medida do possível”.

“Tenho para mim que o exercício do poder autárquico tem que ir além da frieza das normas e regulamentos burocráticos e não pode negar uma atenção permanente, uma palavra amiga e até, quando necessário, um gesto mais afetuoso aos cidadãos, principalmente àqueles que atravessam um período mais delicado das suas vidas”, assinala o novo Presidente da Câmara de Famalicão que diz ter percebido “muito bem” a importância de manter uma proximidade e cumplicidade com os cidadãos no decurso da recente campanha eleitoral. “Muitas pessoas vieram ter comigo apenas para dialogar, outras vezes para sinalizar construtivamente uma situação e muitas vezes apenas para trocar algumas impressões sobre a cidade e a sua freguesia. Percebi o quanto esse diálogo era importante para elas e o quão importante pode ser para quem gere a coisa pública”.

Paulo Cunha aproveitou ainda a ocasião para anunciar um ciclo de visitas a empresas famalicenses com boas práticas empresariais. Com esta iniciativa, o autarca pretende “premiar a criatividade e a audácia dos empreendedores famalicenses, particularmente dos mais jovens, estimulando outros a lutarem pelas suas ideias”. O presidente da Câmara Municipal aproveitou a presença dos órgãos de Comunicação Social para realçar a sua importância “na divulgação dos bons exemplos e das boas práticas como um incentivo a uma postura social pró-ativa dos cidadãos e um estímulo à criatividade e à ação empresarial”.
Filomena Lamego

Dia do pequeno empreendedor

A Didáxis de Riba de Ave recebeu a apresentação de um livro denominado “um projecto e meio limão”, com conceitos relevantes para o futuro empreendedor.
Aliás, para muito dos alunos envolvidos do 5º e 6º anos, foi a primeira vez que tiveram contato com o espírito e a vertente empreendedora, a qual a Didáxis sempre incute.
Desta forma, o autor do livro Narciso Moreira, demonstrou através do espirito criativo desta obra e da sua leitura, com as suas colegas Susana e Helena, o empreendorismo de uma forma simples para os alunos do 2º Ciclo. Sendo o empreendedorismo um processo de criar algo diferente e com valor, dedicando tempo e o esforço necessários, assumindo os riscos financeiros, psicológicos e sociais correspondentes e recebendo as consequentes recompensas da satisfação económica e pessoal, pretende-se que os alunos criem em si um espirito empreendedor e dinamizador de diversos projetos e práticas empreendedoras ao longo do seu percurso escolar.
A apresentação do livro “um projecto e meio limão” foi dinamizado pela professora Mariana Machado no âmbito das funções de comissária para o empreendorismo.


Curso de Ensino Profissional - Técnico de Qualidade, Calçado e Marroquinaria

A Didáxis, Cooperativa de Ensino ministra este ano lectivo o Curso de Ensino Profissional - Técnico de Qualidade, Calçado e Marroquinaria. Este curso enquadra-se na área de formação “Industrias dos Têxtil, Calçado e Couro”, considerada prioritária pelo Ministério da Educação para o NUT-Ave.
Como esta área de formação, não é tradição no nosso Concelho, a Didáxis, estabeleceu um protocolo com o Centro Tecnológico do Calçado de Portugal, em Felgueiras. Neste âmbito, as aulas de formação da componente tecnológica decorrem nos laboratórios do mesmo. Com este protocolo pretende-se, ainda, aumentar a qualidade e credibilidade do curso a fim de tirar proveito dos recursos materiais, equipamentos e tecnologia adequada, bem como do know-how dos recursos humanos.
Com intuito de clarificar, aprofundar e aproximar a teoria à prática, no dia 21 de Outubro, os alunos, acompanhados pela formadora Sónia Silva e pela Responsável do Departamento de Formação do Centro Tecnológico de Calçado de Portugal - Rita Souto, deslocaram-se à empresa de Calçado“DURA”, em Felgueiras, com o objetivo de visualizar o processo de fabrico de calçado.
A empresa Fábrica de Calçado Dura, Lda., foi constituída em 1962 em Felgueiras possuindo, como tal, uma longa história e experiência de produção de calçado para homem. Atualmente, produz cerca de 900 pares de sapatos por dia com 110 trabalhadores. O volume de facturação atingiu em 2012 os 6 milhões de euros.
A visita foi dirigida pelo responsável da empresa, Dr. Agostinho, que mostrou as várias secções de fabrico - Corte, Costura, Montagem e Acabamento, assim como as várias operações e maquinaria que envolve cada uma delas. Os alunos tiveram ainda oportunidade de visualizar o departamento de Modelação, Armazém de produto acabado e o Armazém de matérias-primas.
Na opinião da aluna Diana Saldanha, “a visita à empresa foi do maior interesse para os alunos, para conhecer e obter novas informações sobre as várias funções desempenhadas numa empresa da área do calçado e ainda sobre o mundo do trabalho.” A aluna referiu ainda que está a gostar muito do curso.
A formadora Sónia Silva, salientou “que estas visitas vão ser uma prática constante ao longo do curso e que a visita efetuada à empresa DURA foi de elevado interesse e proveito para os alunos uma vez que tiveram a possibilidade de observar as várias secções de fabrico de calçado. Todos os alunos se mostraram interessados e participativos durante a visita.”


terça-feira, 29 de outubro de 2013

Didáxis de S. Cosme e a inovação de mãos dadas

Realizou-se no 25 de Outubro na Didáxis de S. Cosme, uma palestra sobre o projeto Pense Indústria, numa organização do Prof. Rui Cancelinha e dinamizada pelo Citeve.
Neste encontro com os alunos vários pontos foram apresentados e debatidos. Desde logo o concurso “F1 in schools” concursoesse onde a Didáxis tem dominado a nível concelhio e distrital tendo já vencido a nível Nacional, com a presença de uma equipa na final Mundial no Dubai. Este projeto tem uma dinâmica muito própria na escola, com diversas equipas a concurso e empenhadas em novamente trazer para a Didáxis o ceptro Nacional.
Para além do “F1 in Schools” esta palestra serviu também para se apresentar diversas empresas de sucesso no País assim como empresas ligadas ao têxtil no vale do ave e com interaçãodireta do Citeve. As empresas portuguesas cada vez mais possuem ideias inovadoras e o investimento em ideias empreendedoras pode ser vantajoso. Assim, apresentou-se o projeto “Empresa Tecnológica” falando-se também da certificação dos produtos e do registo de patentes.
Esta palestra serviu para incentivar os alunos a serem empreendedores e a conhecerem os diversos projetos que o Citeve possui e que, em coordenação com a Didáxis, podem dar os seus “frutos” a nível concelhio, distrital e nacional.
Alunos do F1 participam em Prova de Karting
Dois alunos da Didáxis de S. Cosme que integram duas equipas do F1 in Schools viveram as emoções de pilotar um karting, no Lago Discount, na prova de aniversário do Indoor Karting de Famalicão.
Pedro Almeida, equipa do F1 in Schools – NHSports e Paulo Veloso, equipa do F1 in Schools – TNTeam juntaram-se a João Ferreira e frente a pilotos de grande experiência, os jovens da Didáxis conseguiram um meritório 6º lugar na geral, depois de terem saído na segunda posição da grelha.

Com alguns percalços ao longo da corrida e depois de caírem para o último lugar (12.º), a irreverência da equipa Didáxis SC veio ao de cima e nas duas horas de prova conseguiram ganhar seis posições. Esta foi uma experiência para se repetir no futuro.

Agrupamento de escolas Camilo Castelo Branco em colaboração semanal na Rádio "Cidade Hoje"

O Agrupamento de escolas Camilo Castelo Branco deu início à sua participação no programa
“Círculos de Cultura” da Rádio Cidade Hoje com a celebração do Dia Internacional das Bibliotecas Escolares, integrado no "Mês Internacional da Biblioteca Escolar".
Os alunos Maria Beatriz Silva e Sara Marinho, 10.º A, e Diogo Santos, 10.º H, disseram o poema As árvores e os livros de Jorge Sousa Braga, assim como apresentaram uma crítica literária dos livros Jodie e o cartão da biblioteca de Julie Hodgson e A Biblioteca Mágica de Bibbi Bokkende Jostein Gaarder.
Perspetivando a formação plena dos nossos alunos, a partir da próxima semana, o Agrupamento terá uma colaboração semanal neste programa radiofónico, que versará temas tão diversos como o cinema, a literatura, a pintura, a dança, a música, entre outros.
Para além disso, as bibliotecas do Agrupamento também promoveram um concurso de escrita criativa, inspirado no tema Biblioteca escolar - uma porta para a vida, que teve os seguintes vencedores: 1.º prémio - exaequo - Vera Lúcia Amores de Oliveira (10.º A) e Patrícia Lemos Peixoto(10.º I); 2.º prémio - Joana Maria Ribeiro Mourão Carvalho (10.º I).
Finalmente, ao longo do mês, também as escolas do primeiro ciclo do Agrupamento participaram ativamente nas atividades de promoção da Biblioteca, do livro e da leitura, através de animadas sessões de leitura do livro de Luísa Ducla Soares: A Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas.
Ana Filipa Ribeiro


Agrupamento Camilo Castelo Branco comemorou o Dia Internacional das Bibliotecas Escolares

Porque consideramos de primordial importância o contributo das pessoas para o bom funcionamento das instituições, foi prestada uma pequena homenagem à professora Jeni Bacelar, pelo seu empenho e dedicação na gestão e organização desta biblioteca.
Na presença da Diretora do Agrupamento, Fátima Cerqueira, e do Presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação, Valdemar Magalhães, foi empossada a recém-formada equipa de monitores da biblioteca, alunos que voluntariamente se inscreveram para auxiliar nas atividades da biblioteca e no apoio aos colegas.
Viveu-se ainda um momento musical, proporcionado pelas turmas 1 e 3 do 6.º ano, que sob a direção da professora Conceição Palhares, prepararam uma canção relacionada com o tema deste Mês Internacional: Biblioteca Escolar – uma porta para a vida.

No final, Fátima Cerqueira aproveitou a oportunidade para enaltecer o trabalho desenvolvido pela Biblioteca Escolar, agradecer a colaboração da professora Conceição Palhares e apelar aos alunos para que usem cada vez mais e melhor os recursos que a biblioteca disponibiliza.
Ana Filipa Ribeiro

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Juvenis só com vitórias

As juvenis da Didáxis continuam invictas no campeonato de juvenis. No sábado receberam e bateram as “vizinhas” do A.C. Vermoim. O resultado foi desnivelado 41-3. Ao intervalo a Didáxis vencia por 17-0.
A diferença entre as duas equipas fica espelhava no resultado final e no andebol apresentado no Pavilhão da Didáxis. As atletas da Didáxis Diana Oliveira e Cristina Pontes estiveram em bom plano, marcando respetivamente 10 e 7 golos.  Cumpridas quatro jornadas, a Didáxis lidera isolada a 1ª fase do campeonato de juvenis ena próxima jornada desloca-se a Fafe para defrontar o AC Fafe.
Já o escalão de infantis iniciou o torneio de abertura e e perderam com a Juventude do Mar por 34-8. Em iniciadas, começou a 1ª fase do campeonato, com a deslocação da Didáxis ao recinto do AC Fafe com uma vitória por 26-9. Ana Pereira e Francisca Araújo cotaram-se como as melhores marcadoras com 6 e 8 golos respetivamente. No próximo domingo a Didáxis recebe o Callidas às 17.00 horas.

Três jogos com o saldo de duas vitórias e uma derrota.

Voluntários Time4U promovem sessão informativa sobre a potencialidade das Hortas Solidárias no desenvolvimento das comunidades

Os voluntários da Bolsa de Voluntariado e Participação Ativa Juvenil Time4U, convidam todos os Famalicenses a estar presentes no próximo Domingo dia 3 de Novembro pelas 10h30, nas Hortas Urbanas, no Parque da Devesa.
Neste dia, irá decorrer uma sessão informativa sobre a potencialidade das Hortas Solidárias no desenvolvimento das comunidades, dinamizada por Helena Sousa, “expert” em permacultura e formadora na Escola Ambiental da Carriça de Felgueiras. A iniciativa culmirá com a atuação do grupo “Favela 31”, grupo de jovens formado através do projeto “M&M’s – Move-te com Música Ecológica” dinamizado pela Associação YUPI, em parceria com a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, na Urbanização da Cal.

De referir  que o Projeto das Hortas Solidárias é uma cooperação entre a Associação YUPI, o Pelouro da Juventude e o Pelouro do Ambiente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, onde estão inseridos Jovens da Bolsa de Voluntariado e Participação Ativa Juvenil Time4U e também jovens integrados no Projeto RED “Reconhecimento, Empoderamento e Desenvolvimento”, cofinanciado pelo Programa Juventude em Ação.
Ana Filipa Ribeiro

“Ajude-nos a Colorir Esta Ideia”



O Lions Clube de Vila Nova de Famalicão lançou no mês de Outubro a campanha “Ajude-nos a Colorir Esta Ideia”, esta campanha tem por objetivo a recolha de bens alimentares nos Jantares/Assembleias mensais do Clube, que reverterão a favor da Loja Social do concelho de Famalicão.
Os Companheiros aderiram à iniciativa e o primeiro cabaz que colorimos foi entregue na passada semana à Loja Social, revertendo agora a favor daqueles que mais necessitam.
A Direção do Lions Clube continuará com a promoção desta iniciativa de modo a que todos os meses possamos contribuir para o bem-estar da população que recorre ao apoio das Lojas Sociais.
Ana Filipa Ribeiro


terça-feira, 15 de outubro de 2013

OFICINA faz cobertura audiovisual do TEDx- Matosinhos

 Um grupo de alunos do 3.º ano do Curso Técnico de Audiovisuais da OFICINA – Escola Profissional do Instituto Nun’ Alvres “navegou à bolina”, “em mares nunca antes navegados”, a caminho de Matosinhos, para realizar a cobertura audiovisual multi-câmara doTEDx – Matosinhos.
Este evento internacional contou com a presença do humorista Álvaro Costa, do músico Filipe Pinto, do atleta Carlos Sá, do médico-dentista Miguel Pavão, entre outros profissionais de renome.
Para a OFICINA, esta colaboração  funcionou como uma porta de entrada para novos projetos na área.
Ana Filipa Ribeiro


O jogo das 64 casas em Riba de Ave Núcleo de Xadrez dá os primeiros passos

No jogo do xadrez nunca se perde: ou se ganha ou se aprende. Este foi o mote da primeira aula de xadrez na Escola Didáxis – Cooperativa de Ensino que decorreu na sala J7, na passada segunda-feira, dia 14, entre as 16h00m e as 18h00m.
O jogo do xadrez, tal como na nossa vida, implica uma cultura de responsabilidade, de conhecimento crítico e de sabedoria. O xadrez imita a nossa vida e são várias as analogias que podemos estabelecer entre o jogo das 64 casas e a vida: desenvolver uma atitude favorável à aprendizagem é talvez a primeira.
De facto, o xadrez é, sobretudo, um jogo de competências, implicando os alunos nas suas próprias aprendizagens.
Nesta perspetiva, o xadrez é uma relevante ferramenta pedagógica no desenvolvimento das capacidades dos jovens, desde o inteletual ao social e ético. A prática do jogo do xadrez melhora a concentração, desenvolve a criatividade e a memória, potencia a capacidade de raciocínio, promove a autoestima e a capacidade de superação, contribuindo, desta forma, para um melhor rendimento escolar.
Por tudo o que foi sendo afirmado, a Didáxis, preocupada com uma formação sólida e de qualidade, considera que a inclusão desta modalidade na escola é mais uma resposta educativa que enriquece a formação dos alunos, multiplica as suas potencialidades e favorece o seu desenvolvimento integral.

No momento de arranque do núcleo, importa ainda sublinhar o entusiasmo e o dinamismo demonstrados pelos alunos que abraçaram este projeto.

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

I Congresso “Xadrez e Pedagogia”


“Xadrez e Pedagogia” foi o tema de debate do I Congresso que decorreu no Instituto Pedro Hispano, em Soure, entre os dias 11 e 12 de outubro.
O Núcleo de Xadrez da Didáxis, considerando a pertinência e a atualidade do tema, associou-se a este momento de reflexão e partilha de experiências.
“Xadrez vs Alunos com Necessidades Educativas Especiais”, “O xadrez no Sistema de Ensino Brasileiro”, “O Xadrez no Sistema do Ensino Cubano”, “Breve História do Xadrez Escolar em Portugal”, “Xadrez na Escola”, “Xadrez Curricular”, “Xadrez e Integração Social” foram os temas desenvolvidos ao longo dos dois dias.
As exposições dos ilustres conferencistas de vários países (Brasil, Cuba, Espanha e Portugal) e os debates que daí sucederam permitiram aprofundar conhecimentos sobre esta matéria e apontar aspetos a ter em linha de conta no ensino do xadrez. As várias experiências apresentadas evidenciaram as potencialidades e as vantagens da introdução do ensino do xadrez nas escolas.
Por promover o desenvolvimento de competências transversais, o xadrez terá sempre lugar no currículo, num Projeto Educativo que vise a formação de cidadãos críticos, ativos, autónomos, responsáveis, solidários e democraticamente comprometidos na construção de uma sociedade melhor.
A comprovar está a Declaração Escrita, aprovada no Parlamento Europeu, em 2012, que apela para a introdução do ensino do Xadrez nas escolas da União Europeia até 2014. Diogo Feio, Eurodeputado,afirmou mesmo ter assinado esta declaração por dois motivos: os alunos e a sociedade. Enfim, por considerar queo xadrez estimula a paciência, a persistência, a criatividade, a capacidade analítica, a tomada de decisão, o método, características essenciais para o exercício de uma cidadania adaptada às exigências do nosso tempo, numa sociedade em que as solicitações de consumo imediatistas são constantes.
Para terminar, não se pode deixar de salientar a oportunidade e a pertinência desta temática e congratular o Instituto Pedro Hispano pela realização desta iniciativa.

Professor responsável NX da Didáxis:
Mário Oliveira.

Protocolo Didáxis/Universidade de CambridgeYES I CAN

Este protocolo entre a Didáxis e a escola de línguas Cambridge Knightsbridge, que representa o Departamento de Exames Internacionais da Universidade de Cambridge, veio possibilitar a implementação do projecto “Academia Didáxis - Inglês” cuja finalidade é a de contribuir para a certificação da nossa população estudantil à disciplina de inglês, conferida por uma das mais prestigiadas instituições de certificação de proficiência na língua inglesa, o Cambridge EnglishLanguageAssessment.
Os certificados são reconhecidos em todo o mundo, quer no domínio académico quer empresarial. Para os alunos e suas famílias a vantagem competitiva de se ter uma qualificação certificada no uso do inglês é uma mais-valia que é fundamental reconhecer e acarinhar.
Esta iniciativa permite alargar significativamente o acesso dos alunos a uma certificação reconhecida internacionalmente. Assim, procuramos com esse projecto melhorar continuamente os níveis de proficiência dos nossos alunos.
Neste sentido, e para melhor preparar os alunos para o exame Key for schools / certificação do inglês ao nível do 9º ano, os alunos da Didáxis que se inscrevam nas aulas da Academia de Inglês irão ter aulas de preparação para o exame Cambridge correspondente ao  nível que estão inseridos. Assim, a partir do 5º ano de escolaridade é possível inscrever o seu educando nestas aulas de preparação para exame Cambridge e começar desde cedo a escalada para o sucesso! Ao começar no 5º ano, o aluno irá ter a oportunidade de frequentar todos os níveis de inglês e progredir com toda a confiança até atingir o nível que pretende: Key /certificação ao nível do 9º ano ou continuar a validar os seus conhecimentos a inglês no nível secundário, adquirindo certificação aos níveis PET (PreliminaryEnglishTest); FCE (FirstCertificate in English) e CAE (Certificate in AdvancedEnglish).
E porque o melhor investimento é a educação, a aposta da Didáxis vem de encontro às demandas de um mercado cada vez mais rigoroso que exige que os profissionais do futuro desenvolvam desde muito cedo competências direccionadas para o  mundo o  trabalho que, como sabemos, necessita de uma perspectiva internacional para se tornar competitivo. Logo, somente quem cumprir com este requisito poderá ter o reconhecimento profissional que necessita.

Com a Cambridge e a Didáxis vai ouvir o seu educando dizer: YES I CAN!

Grupo Infantil e Juvenil de Gavião agarra o futuro

O Grupo Infantil e Juvenil de Gavião recebeu este fim de semana uma prenda de aniversário há muito desejada. A associação, que este mês comemora o seu 29º aniversário, lançou ontem, domingo, 13 de outubro, a primeira pedra da sua futura sede, que será construída num terreno cedido pelo Município de Famalicão, localizado no lugar da Trovisqueira, em Gavião.
 A cerimónia foi presidida pelo Presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, que relembrou a importância das associações no desenvolvimento do Município, identificando-as como o “grande elo do desenvolvimento social”. O edil realçou as várias políticas de apoio às freguesias e associações desenvolvidas pela autarquia nos últimos anos, afirmando que “a Câmara Municipal tem o dever de apoiar coletividades como esta, que tanto prestigiam o Município com o seu trabalho”. Armindo Costa acrescentou ainda que “esta não é uma obrigação apenas do executivo municipal, e que todos, incluindo as Juntas de Freguesia e os famalicenses, têm um papel importante no crescimento das associações locais”.   A presidente da direção do Grupo Infantil e Juvenil de Gavião, Clara Rodrigues, lembrou que a futura sede era já “um desejo de longa data” da associação. A responsável agradeceu o apoio da Câmara Municipal de Famalicão, agradecendo também “a ajuda de todas as instituições e pessoas da freguesia que, apesar das dificuldades, colaboraram neste projeto”.
 O novo edifício terá dois pisos e será constituído por um espaço para os ensaios do grupo, vestiários e ainda um bar. O Grupo Infantil e Juvenil de Gavião foi fundado em 1984, tendo comemorado no passado dia 11 de outubro o seu 29º aniversário. Com este novo espaço, a associação passa assim a ter as condições necessárias para continuar com o seu trabalho de recolha, estudo, preservação e divulgação dos valores etnográficos e folclóricos da freguesia de Gavião.
Ana Filipa Ribeiro 

2.ª jornada do Campeonato de Juvenis da 2.ª Divisão

Num jogo a contar para a 2.ª jornada do Campeonato de Juvenis da 2.ª Divisão da A. F. Braga, a equipa B deste escalão do G. D. Ribeirão deslocou-se ao reduto do Ruivanense A. C., registando-se um empate a zero golos no final dos 80 minutos. Num campo sintético de boa qualidade, com uma temperatura bastante agradável para a prática desportiva e bastante público na bancada a assistir, ambas as equipas entraram um pouco receosas, repartindo a posse de bola e o controlo do jogo, com este a jogar-se muito na zona do meio campo. Foi uma primeira parte um pouco confusa, de muitos duelos individuais e segundas bolas, sendo que apenas por uma vez conseguiram chegar à baliza adversária, cabendo essa oportunidade ao avançado da equipa visitante, Cruz, que já dentro da área e em posição favorável atirou á figura do guarda redes adversário. Já a segunda metade do encontro foi totalmente controlada pela equipa do G. D. Ribeirão, que entrou muito forte, mais disponível para os duelos individuais e com isso conseguiu levar o jogo para perto da área dos da casa. Jogando de forma mais rápida e mais simples, o Ribeirão foi tentando chegar ao golo, conseguindo criar algumas oportunidades flagrantes e de golo iminente e nunca permitiu que o Ruivanense saísse do seu reduto defensivo. No entanto, e apesar disso, os visitantes não conseguiram ser eficazes na finalização, tendo inclusivé desperdiçado uma grande penalidade por intermédio do seu capitão. A equipa continuou a tentar chegar ao golo até ao apito final mas o nulo prevaleceu.  De realçar a presença e o apoio do público afeto a ambas as equipas e que devem ter saído satisfeitos pelo bom jogo a que assistiram. 

No próximo domingo, o G. D. Ribeirão recebe no seu recinto a equipa do G. D. Lagense num jogo a contar para a 3.ª jornada deste campeonato.
Ana Filipa Ribeiro

Dádiva de Sangue em Calendário

No próximo Domingo dia 20 a Associação de Dadores de Sangue de V. N. de Famalicão promove uma “Colheita de Sangue” no Centro Social de S. Miguel-o-Anjo, com o apoio da Associação Moradores da Lage, Barreiros e S. Miguel desta localidade.
A “colheita de Sangue” será realizada entre as 09h00 e as 12h30 pelo Instituto Português do Sangue e do Transplante (IPST), e com recolha de potenciais Dadores de Medula Óssea.

 Aberta à população em geral.

Hóquei em Patins: GDC Fânzeres 4 – 3 Riba D' Ave H.C.

O Riba d' Ave Hóquei Clube deslocou-se no passado sábado, a Fânzeres (Gondomar), onde defrontou a turma local: o GDC Fânzeres, em partida a contar para a 2ª jornada do Campeonato Nacional da II Divisão – Zona Norte de Hóquei em Patins.
A equipa famalicense acabou por não ser feliz e saiu do reduto local derrotada por 4-3.
 Num um piso escorregadio, a primeira parte do jogo decorreu de forma repartida, com a equipa ribadavense, orientada por Horácio Ferreira, a colocar-se em vantagem por intermédio de André Alves. Os locais chegariam ao empate, mas Vitor Hugo fez com que o RAHC saísse para o intervalo a vencer por 1-2.
 Após o descanso, o RAHC alargou a vantagem de novo por André Alves. O RAHC continuou a dispor de boas oportunidades para aumentar a vantagem, mas sem a eficácia desejada. Aproveitou o GDC Fânzeres para reduzir o marcador em 2-3 e chegar mesmo ao empate a três bolas.
O desperdício ribadavense acabaria por se revelar demasiado penalizador no desfecho da partida, mas não foi factor único. A 2ª parte da partida fica manchada por uma má actuação da dupla de arbitragem portuense Teófilo Ramalho e Carlos Tadea, prejudicando com influência no resultado o Riba d' Ave Hóquei Clube. A pouco mais de dois minutos do final do jogo, um dos árbitros inventa literalmente um pénalti e admoesta André Alves com cartão azul. O GDC Fânzeres viria a falhar a grande penalidade e o RAHC reduzido a 3 elementos de pista até final. Perante um cronometrista, no mínimo pouco zeloso na sua função, e não parando o tempo em algumas ocasiões em que tal se impunha, a equipa local logrou o 4-3 final, e terminar a partida com 14 faltas.
 O RAHC joga a 3ª jornada do campeonato no próximo sábado, dia 19 de Outubro, às 19h. O Parque das Tílias, em Riba de Ave, recebe um sempre apetecível derby concelhio e minhoto com a visita do Famalicense Atlético Clube.
 Nas camadas jovens, o fim de semana foi extremamente positivo para o RAHC. A equipa de Juvenis iniciou no passado sábado a sua participação no campeonato regional da Associação de Patinagem do Minho (APM), vencendo fora o HC Fão por 4-6. No Domingo, foi a vez dos Escolares, Iniciados e Infantis “A” do RAHC deslocarem-se a Fão para defrontarem o HC Fão nos diferentes Campeonatos Regionais da APM. Os primeiros a entrarem em acção foram os Iniciados que derrotaram a equipa local por 3-9. No jogo seguinte, os Infantis “A” almejaram uma dilatada vitória por 2-22 sobre o HC Fão. No último jogo do dia, foi a vez dos Escolares do RAHC fecharem o Domingo desportivo em beleza alcançando uma vitória folgada sobre a equipa “fangueira” por 3-13.
Ana Filipa Ribeiro

Geração Benfica Famalicão em fim-de-semana histórico

A Escola do Benfica em Vila Nova de Famalicão cumpriu, no passado fim-de-semana, vários jogos com todas as suas 6 equipas federadas, tendo sido alcançado o pleno de vitórias nos jogos treino que envolveram as equipas de Benjamins e Infantis.
Na manhã se Sábado, a turma de infantis do professor Dinis Moreira deslocou-se a são Martinho do Campo para vencer a equipa “B” deste clube. Ainda em São Martinho do Campo, a turma de Benjamins do professor Nuno Santos também venceu, desta feita por margem muito alargada.
Em Gavião, os Benjamins do Professor Elias Pinto receberam e venceram com expressão a escola de futebol do Mónaco, num jogo de sentido único. Também em Gavião, a turma de Infantis do professor Paulo Ribeiro recebeu e também goleou a equipa do FC Famalicão. Os Infantis de David Ferreira também jogaram em casa, desta feita diante da equipa “A” do São Martinho do campo, tendo registado uma vitória categórica.
Os iniciados do professor Carlos Fernandes protagonizaram no passado Domingo à tarde a estreia da Escola de Futebol Geração Benfica Famalicão no campeonato distrital de iniciados, tendo perdido por quatro bolas a duas em casa do Cavalões. No próximo sábado de manhã, “as águias” recebem em Arnoso Sta. Maria a equipa do Tadim pelas 10 horas.
A escola do Benfica mantém as inscrições abertas, para mais informações os interessados devem entrar em contato com a secretaria da escola de futebol através do 918 081 073 ou pelo email efbfamalicao@slbenfica.pt
Ana Filipa Ribeiro

Primeira Edição do Trail de Santa Catarina.

No passado sábado decorreu em Calendário, concelho de Vila Nova de Famalicão a primeira edição do Trail de Santa Catarina. A Fama Runners trouxe a Famalicão o primeiro evento do género dentro da modalidade de atletismo. Modalidade esta, que se tem tornado moda e que conta cada vez com mais adeptos.
A AFACYCLES sport que iniciou atividade nesta modalidade este ano não faltou ao repto lançado pela organização e juntamente com os outros 270 participantes marcou presença! A equipa que para 2014 conta com o apoio da marca Salomon marcou presença com os três atletas que correm com as cores da AFACYCLES sport: Bruno Silva, Diogo Fernandes e Ester Alves. A equipa não podia ter obtido melhore resultado, tendo dominando a prova do início ao fim alcançando no setor masculino o primeiro e o segundo classificado. No setor feminino a história repete-se conseguindo também o primeiro lugar. A classificação por equipas foi também vencida pela AFACYCLES sport. 
Nesta prova participaram ainda Jorge Fernandes, João Araújo, Miguel Rodrigues, Zé Ribeiro e Anselmo Maia.
Ana Filipa Ribeiro

14.ª Feira das Colheitas em Gavião

A Paróquia de Gavião irá levar a efeito nos próximos dias 19 e 2 de Outubro a XIV Feira das Colheitas, cujo objetivo é, em primeira análise, manter a tradição criada com as edições anteriores.
O programa apresenta motivos mais que suficientes para que nesse fim-de-semana todos os Gavienses e porventura muita gente do concelho de Famalicão possam visitar a freguesia de Gavião e participar numa iniciativa, que para além do objectivo atrás referido, se baseia numa componente cultural e tradicional do nosso povo, muito forte, o que leva os organizadores a pensar em mais um sucesso igual aos anos anteriores.
Assim: no Sábado, dia 19 de Outubro, teremos este ano, pelas 15,30 horas o 3.º cicloturismo Feira das Colheitas, organizado pela associação Milho D´Oiro; 21 horas, a atuação do Grupo Infantil e Juvenil Santiago de Gavião. Às 21,45 horas a Tradicional Matança do Porco. Cerca das 22,45 horas haverá o Concerto da pelo Grupo Musical FammaShow que terminará cerca da 1 hora.
No Domingo, dia 20 de Outubro, teremos a Feira propriamente dita. O seu início será por volta das 9 horas, terá a participação das pessoas da paróquia, organismos e associações da terra e a forma de venda pretende-se que seja de todo igual ao que acontecia nessas feiras que pertencem à tradição do nosso povo. Haverá a mais variedade de produtos há venda  
Para animar o ambiente, nada melhor que o 14.º Encontro de Concertinas e Cantares ao Desafio e o 1.º Encontro de Acordeões, que de tarde, a partir das 14,00 horas, irão deambular pelo recinto e pelo palco interpretando as bonitas modas folclóricas acompanhadas pelo picante vocabulário próprio dos cantares ao desafio.
O produto da venda daquilo que as pessoas e as associações levarem para a feira e que em princípio serão eles próprios a vender, reverterá então para a Paróquia, à semelhança dos anos anteriores.
De referir ainda que no local funcionará uma barraca que irá servir jantares na noite de Sábado e almoços no Domingo, bem como, os deliciosos petiscos próprios destas ocasiões, e onde não faltará o bom vinho. No nosso ‘restaurante’ não faltará os Rojões, as papas e o bolo com carne. Um bom motivo portanto para que todos aqueles que gostam destes ambientes, se venham divertir nos dias 19 e 20 ao Adro da Igreja de Gavião, contribuindo assim para as obras da Paróquia e revivendo momentos que muitos irão recordar com saudade.
A Feira das Colheitas surgiu no ano 2000 organizada pela Paróquia de Gavião como campanha de angariação de fundos para o restauro da Igreja Paroquial. Ao longo destes 13 anos os objetivos foram alcançados e criando raízes em Gavião esta Festa.
Depois da obras realizadas no restauro da Igreja Paroquial, a XIV Feira das Colheitas é uma campanha realizada pela Paróquia para angariação de fundos para o pagamento da divida da obras realizadas e ao mesmo para futuras obras.
Ana Filipa Ribeiro


quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Festa das Colheitas 2013 no Parque da Devesa

É já no próximo sábado, dia 31 de agosto, que se realiza a Festa das Colheitas 2013. O evento realiza-se no terreno onde está localizado o projeto das Hortas Urbanas de Famalicão, junto ao Parque da Devesa, e pretende ser uma celebração do final da primeira época de colheita das hortas do parque.
A Festa das Colheitas tem início marcado para as 9h00, com uma ação solidária de recolha de vegetais e de outros bens alimentares para serem, posteriormente, entregues na Loja Social de Vila Nova de Famalicão. Já da parte da tarde, às 17h30, está prevista a realização de um lanche comunitário entre os vários hortelãos que fazem parte do projeto.
Ana Filipa Ribeiro

“Prata da casa” anima Feira de Artesanato e Gastronomia de Famalicão

A Feira de Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão, que decorre entre 30 de agosto e 8 de setembro, no antigo campo da feira da cidade, conta também com um vasto programa de animação repleto de música popular, folclore, fado e muita dança. A edição deste ano fica marcada pelo concerto de Ana Malhoa, no dia 4 de setembro, mas é nos artistas e grupos da terra que é feita a maior aposta da animação.
É o caso do concerto da famalicense Helena Fernandes, que se realiza já na próxima sexta-feira, dia de abertura do certame, do grupo de música popular Banda Régis, que atua no dia 5 de setembro, e ainda de Costinha, cujo concerto se realiza no dia 6 de setembro. Destaque também para a dança, com a atuação da Academia Gindança no dia 30 de agosto, e para o folclore, com a presença de vários grupos folclóricos do concelho ao longo dos dez dias de Feira. Para o dia de encerramento fica reservada a atuação da Associação de Tocadores e Cantadores ao Desafio Famalicense, havendo ainda lugar para o fado, com o Grupo de Fados e Serenatas da Universidade do Minho.
Para o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Armindo Costa, “trata-se de uma aposta que permite divulgar o talento dos artistas e grupos famalicenses, que têm provado a sua qualidade e mostrado que estão à altura dos eventos culturais mais importantes de Famalicão, como é o caso da Feira de Artesanato e Gastronomia”. Sobre a programação no seu geral, o autarca acrescenta, “continuamos a ter um programa de animação apelativo e diversificado, que irá, com certeza, proporcionar dias de festa e convívio aos famalicenses”.
No dia da abertura da Feira, dia 30 de agosto, todas as pessoas terão direito a visitar gratuitamente o evento. Nos restantes dias, o bilhete tem um custo de um euro, para as pessoas com mais de 18 anos. Os menores de 18 anos ou detentores do cartão jovem municipal ou cartão sénior feliz têm entrada gratuita. 

A Feira de artesanato decorre de segunda a quinta-feira das 18h00 às 24h00, à sexta-feira das 18h00 à 1h00, aos sábados das 14h00 à 1h00 e aos domingos das 14h00 às 24h00. Por sua vez, os restaurantes estarão disponíveis de segunda a quinta das 12h00 às 15h00 e das 19h00 às 24h00. À sexta das 12h00 às 15h00 e das 19h00 à 1h00, ao sábado das 12h00 às 1h00 e aos domingo das 12h00 às 24h00 (no domingo dia 8 encerra às 22h30).
Ana Filipa Ribeiro

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Moody Traffic conquistam primeiro lugar do Rock na Devesa

Os Moody Traffic, da cidade de Coimbra, foram os grandes vencedores do “Rock na Devesa”. A final do concurso de bandas de garagem decorreu no passado sábado, dia 24 de agosto, com as cinco bandas finalistas a mostrar o que valem no palco do anfiteatro ao ar livre do Parque da Devesa, em Vila Nova de Famalicão.
O segundo e terceiro lugares foram atribuídos a duas bandas do Porto – O Incrível Homem Bomba e os Unfolded Vision, respetivamente. No final das atuações, foram vários os elementos das bandas que sublinharam não só a qualidade musical dos projetos a concurso, como também toda a organização do evento, promovido pela associação cultural Kazoo em parceria com a Câmara Municipal de Famalicão.

Os Moody Traffic levam para casa um prémio no valor de 500 euros e também a oportunidade de atuar na FNAC de Guimarães. Por sua vez, o segundo prémio consiste em 300 euros e o terceiro em 200 euros. O Rock na Devesa ficou ainda marcado pela sua vertente solidária. Durante todo o evento foram angariados 664 euros para ajudar na compra de uma cadeira de rodas ascensora para o jovem famalicense Tiago Ribeiro.
Ana Filipa Ribeiro

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Campeonato Europeu Feminino 2013 Inês Machado Oliveira com prestação meritória

O Campeonato Europeu Individual Feminino 2013 realizou-se em Belgrado, na Sérvia, de 22 de julho a 4 de agosto de 2013.
O Xadrez Nacional esteve representado por duas atletas nesta competição máxima do Xadrez Feminino Europeu. A Mestre Fide Feminina (WFM) Margarida Coimbra (Palma Arredores) e a jovem atleta famalicense (WCM) Maria Inês Oliveira  (Núcleo de Xadrez Vale S. Cosme - Didáxis) foram as representantes portuguesas nesta prova de topo europeu para o xadrez feminino.
Foram 11 rondas em que as portuguesas estiveram em jogo, num total 168 jogadoras de 35 países europeus diferentes. A atual  Campeã Nacional Sénior (Vertente semi-rápidas e rápidas), Margarida Coimbra, era à partida a 122ª cabeça de série e classificou-se em 139º lugar obtendo 4 pontos em 9 possíveis. Inês Machado Oliveira, atual Campeã Nacional Sénior (Vertente lentas), obteve, também, 4 pontos e posicionou-se na 145ª posição quando à partida era a cabeça de série nº 145.
A nova campeã europeia foi a Grande Mestre Hungara TrangHoang que obteve 9 pontos em 11 possíveis.
Filomena Lamego


Didáxis de S. Cosme abre as portas nas férias

A Cooperativa de ensino Didáxis, nomeadamente a sua escola em Vale S. Cosme, abre as suas portas em Agosto, com um projeto denominado “Super Férias”, com o objetivo de proporcionar um programa organizado de caráter educativo, cultural, desportivo ou meramente recreativo.
As 47 crianças integrantes neste projeto vão ter diversas actividades, desde torneios de futebol, natação, hipismo, arte marcial e jiu-jitsu, uma oficina de artes onde se engloba culinária, trabalhos manuais, informática, brincar com os alimentos e com a ciência, yoga, música, dança e teatro para além de ligação ao escutismo e diversos jogos educativos.
Ao longo do mês de Agosto as crianças vão também visitar diversos locais fora da escola como o regime de cavalaria e o estádio Axa, em braga assim com a quinta pedagógica em Barcelos.
Esta iniciativa, organizada pela Didáxis conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, do banco alimentar contra a fome, da Bosch e da Associação de Pais da Didáxis de S. Cosme.

Com diversos parceiros incluídos, as “super férias” não tem qualquer custo para as crianças que nela participam estando inserida na “Didáxis solidária”.
Filomena Lamego

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Casas de avós de Famalicão são palco de festival de contos

A avó Sãozinha e o avô Albino são apenas alguns dos avós do concelho de Vila Nova de Famalicão que vão abrir as portas das suas casas para receberem o festival itinerante de contadores de histórias “Contos d’Avó”. Esta é a primeira edição do festival organizado pelo Teatro Didascália | Espaço Mutante, que decorre entre os dias 15 e 25 de agosto e irá percorrer as freguesias de Joane, Pousada de Saramagos e Vermoim.
 Com esta iniciativa pretende-se preservar e fomentar o hábito de contar histórias. Uma prática perdida ao longo dos anos, que agora vê recriada neste festival toda a sua sabedoria popular e ambiente fraternal. “Contos d’Avó” irá contar com a participação de vários contadores de história convidados, fortalecendo também desta forma o ritual de partilha de quem conta e de quem se senta na disposição de ouvir.
 Para além das casas dos avós, estão ainda previstas sessões em Joane, no Parque da Ribeira, no dia 15 de agosto e no Espaço Mutante, antiga EB1 de Giestais, no dia 25. O programa conta também com uma oficina de narração oral intitulada “Ouvir e contar: a história vai começar!”. Esta oficina é orientada pela formadora Patrícia Amaral e terá lugar no dia 24 de agosto, pelas 15h00, no Espaço Mutante. Toda a programação do festival é de entrada gratuita.
Ana Filipa Ribeiro

Didáxis de S. Cosme premeia melhores alunos

A Didáxis de S. Cosme realizou os Saraus do 2.º e 3.º Ciclo de forma a homenagear as turmas e os alunos com melhores classificações, quer a nível escolar quer a nível de comportamento.
A Cooperativa valoriza, no seu projeto educativo, o mérito e a excelência tanto a nível de comportamento quer a nível de aproveitamento. Desta feita foram entregues diplomas aos alunos que se evidenciaram pelo seu trabalho diário conseguiram resultados escolares e as suas atitudes e valores. Para isso foi importante neste acompanhamento de todos os alunos, os diretores de turma assim como os representantes dos encarregados de educação que representam os pais em cada turma e a Associação de Pais da Escola.
No 2.º Ciclo, o Sarau foi apresentado por alunos do 6º ano de escolaridade que, juntamente com os seus colegas e depois de entoarem o hino da escola, começaram por homenagear os alunos vencedores de diversos projetos realizados na escola e não só.
A chamada das turmas, uma a uma, com os encarregados de educação a assistirem, foi um dos momentos altos da noite com os aplausos a serem sentidos em toda a escola.
De realçar que foram realizados diversos momentos culturais protagonizados pelos alunos em final de ciclo que ainda tiveram oportunidade de se divertirem ao som de música na zona reservada para o efeito.

Festa de final de 3.º Ciclo
Também os alunos do 9.º ano de escolaridade tiveram o seu momento tendo sido notório que alguns deles estavam tristes por acabarem este ciclo de vida.
De igual forma, a direção pedagógica homenageou os alunos com e com aproveitamento excelente tendo também homenageado os alunos melhores classificados nas Olimpíadas de Matemática, no Canguru Matemático, as melhores leitoras da biblioteca no ano letivo e os vencedores de um concurso para a elaboração de um logotipo para a Associação de Pais das Escola.

Os alunos agraciados com os diplomas tiveram ainda oportunidade de ver diversos momentos culturais sempre com os representantes dos encarregados de educação, a Associação de Pais, a direção pedagógica, os diretores de turma,  Leonel Rocha, vereador da educação  a realizarem a entrega de diplomas e troféus. A noite terminou com uma festa na zona exterior da escola com muita música a animar os jovens finalistas do 3.º Ciclo.
Filomena Lamego

Torneio internacional de xadrez põe à prova jovens atletas

“Um dos torneios nacionais de xadrez mais fortes de 2013”. Foi desta forma que o presidente da FPX - Federação Portuguesa de Xadrez, Francisco Castro, apresentou esta quarta feira, 31 de julho, o I Torneio Internacional Cidade de Famalicão. O evento realiza-se na Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco, entre os dias 26 e 30 de agosto, e em competição irão estar cerca de uma centena de atletas.
 Francisco Castro acredita que com a “presença certa de jovens valores nacionais e internacionais, este torneio tem tudo para ser um evento único em Portugal”. Sobre a posição de Famalicão no panorama da modalidade, o dirigente não tem dúvidas em referir que “em Famalicão existe muita qualidade e que tal tem merecido o apoio e atenção de todos, especialmente da Federação Portuguesa”
 A apresentação do I Torneio Internacional Cidade de Famalicão contou também com a presença do vereador de Desporto do município, Leonel Rocha, que começou por enaltecer a “importância da modalidade na aprendizagem e no sucesso escolar dos alunos”. O autarca mostrou ainda a sua satisfação pelo facto de Famalicão vir a ser palco deste torneio, referindo-se ao evento como o “corolário de todo o investimento que o município tem feito no apoio à modalidade, principalmente no que diz respeito à implementação do xadrez nas escolas do concelho”.
 Mário Oliveira, responsável pelo Núcleo de Xadrez da Cooperativa de Ensino Didáxis, aproveitou para agradecer o apoio da Câmara Municipal na organização do evento, salientando também o exemplo de atividades como esta na fomentação da modalidade nas escolas famalicenses. “Para além de inclusivo, o xadrez é também uma atividade educativa, fundamental para o crescimento dos nossos alunos”.
 O torneio, organizado pela Associação de Xadrez de Braga com o apoio da Câmara Municipal de Famalicão, da Federação Portuguesa de Xadrez e da Cooperativa de Ensino Didáxis Vale S. Cosme, é parte integrante do Circuito Nacional de Lentas da FPX. As inscrições decorrem até ao dia 24 de agosto e estão abertas a todos os atletas federados.
Ana Filipa Ribeiro

Armindo Costa orgulhoso do campeão de natação famalicense Luís Vaz

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, recebeu nesta quarta-feira, nos Paços do Concelho, o atleta famalicense Luís Vaz, do Grupo Desportivo de Natação de Vila Nova de Famalicão, que se sagrou recentemente campeão nacional absoluto, nas categorias de 100, 200 e 400 metros livres, tendo ainda vencido o Open de 50 metros. Natural da freguesia de Calendário, Luís Vaz foi uma das surpresas do Open de Portugal – Campeonatos Nacionais de Juvenis e Absolutos, que decorreram entre 18 e 21 de julho, no Complexo Municipal de Piscinas de Vila Nova de Famalicão.
No seu encontro com o presidente da Câmara Municipal, Luís Vaz agradeceu todo o apoio da autarquia durante o seu percurso, e agradeceu especialmente o empenho da Câmara Municipal na realização dos Campeonatos Nacionais na cidade. “Foi uma oportunidade única para mostrar aos meus amigos, familiares e conterrâneos o valor do meu trabalho e do meu esforço e que acabou por resultar numa motivação extra, no alcance dos bons resultados”, afirmou.
Armindo Costa deu os parabéns ao atleta pelos títulos conquistados, demonstrando total apoio da autarquia no desenvolvimento da sua carreira desportiva.
Satisfeito com o trabalho desenvolvido, Luís Vaz espera agora conseguir integrar a comitiva portuguesa para participar nos próximos Jogos Olímpicos que se realizam no Rio de janeiro em 2016.
Ana Filipa Ribeiro