Escreva-nos!

povo.famalicense@gmail.com

A sua opinião é importante.
Somos um blogue com rosto, pelo que as mensagens anónimas vão direitinhas para o caixote do lixo; se for o caso, indique que deseja permanecer anónimo; mas perante nós, identifique-se, por favor.

terça-feira, 30 de julho de 2013

Câmara de Famalicão distribui um milhão de euros por todas as freguesias do concelho

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, leva, esta quarta-feira, à consideração do executivo municipal uma proposta para a atribuição de um apoio financeiro total de um milhão de euros, a dividir pelas 49 freguesias do concelho. A proposta que tinha sido já anunciada, durante o jantar convívio de Reis, que anualmente reúne todos os autarcas do município, surge na sequência do fecho das contas do ano 2012 da Câmara Municipal, donde resultou uma folga orçamental, que permite, agora, a canalização desta verba para investimento integral e equitativo por todas as freguesias do concelho. 
Cada freguesia irá receber, assim, um apoio financeiro de 21 mil euros, para “um investimento livre e autónomo, indicado por cada junta de freguesia”, como refere Armindo Costa. 
Na grande maioria dos casos, a verba será investida na requalificação da rede viária, mas há também situações de reabilitação de espaços urbanos, espaços desportivos e escolas, alargamento e modernização de cemitérios e casas mortuárias. “São investimentos diversificados, mas que visam, acima de tudo, colmatar necessidades mais prioritárias da população, tendo sido indicados pelos presidentes de Junta de cada Freguesia”, explica ainda Armindo Costa.
Sobre a medida, o autarca refere que “é justo que este montante extra seja canalizado para quem está mais próximo das carências dos cidadãos, na certeza de que daqui resulta a garantia da boa aplicação do dinheiro”.
Armindo Costa refere ainda que a folga orçamental, que permite agora a realização deste investimento, se deve essencialmente “ao rigor e atenção redobrada na gestão e aplicação do orçamento por parte do executivo”.
Ana Filipa Ribeiro 




Seniores famalicenses viajam para a praia por apenas 1 euro

 Os idosos do concelho de Vila Nova de Famalicão detentores do Passe Sénior Feliz estão a aproveitar o tempo quente dos meses de Verão para ir à praia a preços de saldo. A iniciativa, que resulta de uma parceria da autarquia com a empresa de transportes rodoviários coletivos “Arriva Portugal”, decorre até ao dia 15 de setembro e diminui o custo da viagem de ida e volta para a Póvoa de Varzim ou Vila do Conde para apenas 2 euros.
 Esta medida destina-se aos cidadãos com idade igual ou superior a 65 anos e aos cidadãos reformados, residentes no concelho famalicense, que possuam o Passe Sénior Feliz carregado para o mês em curso. O valor mensal do passe de rede de cariz social é de 15,46 euros, tendo o utente apenas que pagar 7,73 euros uma vez que a autarquia comparticipa com metade do valor.
 Para o presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, a iniciativa que este ano se repete “espelha a preocupação da autarquia na concretização de medidas de apoio à terceira idade”. Com esta medida o autarca espera “proporcionar momentos de convívio e bem-estar aos idosos do concelho, contribuindo desta forma para a fomentação de um estilo de vida ativo”
Ana Filipa Ribeiro

Boticas vai criar réplica do balneário do Castro do Alto das Eiras, descoberto em Famalicão

O município de Boticas, localizado no distrito de Vila Real, vai construir uma réplica fiel do balneário do Castro do Alto das Eiras, descoberto em Vila Nova de Famalicão, para colocar no espaço exterior do Núcleo Museológico do Centro Europeu de Documentação e Interpretação de Escultura Castreja, sito nesta localidade de Trás-os-Montes. Para isso, foi celebrado, no passado sábado, dia 27, um protocolo de colaboração entre os dois municípios, na presença do presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Armindo Costa e do presidente da Câmara Municipal de Boticas, Fernando Campos. Ambos os autarcas mostraram-se satisfeitos com o acordo celebrado, referindo que será “uma mais-valia na promoção e valorização do património histórico e cultural, de Portugal”.
O documento, estabelece, assim, um quadro de colaboração entre Vila Nova de Famalicão e Boticas, no que diz respeito à investigação, conservação, defesa, exposição e divulgação do seu património cultural, visando primordialmente promover a valorização das suas estações arqueológicas, em particular as que se enquadram na Rede de Castros do Noroeste Peninsular.
Neste sentido, o município de Vila Nova de Famalicão compromete-se a fornecer o desenho digitalizado das estruturas e peças, em planta e alçado, do Balneário Castrejo do Castro das Eiras, nos moldes do projeto denominado “Pedra Formosa”, segundo as indicações e execução do gabinete municipal de arqueologia. Por sua vez, o município de Boticas compromete-se a reconstituir o referido monumento arqueológico, com rigor científico e técnico, de molde a poder funcionar em termos de arqueologia experimental, respeitando a referência original como “Balneário Castrejo do castro das Eiras, Pousada de Saramagos, Vila Nova de Famalicão”.
Ambas as partes se comprometem a promover ações de colaboração entre os respetivos serviços na área do património e de divulgação dos respetivos bens patrimoniais.
Refira-se que a investigação arqueológica desenvolvida no concelho famalicense com destaque para a época proto-histórica e a escavação de alguns castros, levou à importante descoberta do “Balneário Castrejo do Castro das Eiras, Pousada de Saramagos”, cuja estela a que se dá o nome de “Pedra Formosa”, está profusamente decorada e serviu já de nome a uma exposição que teve lugar no Museu Nacional de Arqueologia, numa organização conjunta daquele Museu e da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão.

Identificado por Martins Sarmento em 1880 e escavado em 1990 pelo Gabinete de Arqueologia da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, sob a direção de Queiroga e A. P. Dinis, o monumento revelou uma composição arquitetónica, com átrio, ante-câmara, câmara e fornalha, e elementos decorativos como os de outros monumentos congéneres destinado a banhos públicos. De relevar a riqueza ornamental da sua Pedra Formosa. Neste momento, a autarquia colocou a reconstituição desta relíquia no Parque da Devesa, abrindo o espaço à vertente educativa.  
Ana Filipa Ribeiro

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Famalicão comemora Dia Mundial dos Avós

Hoje assinala-se o Dia Mundial dos Avós. Em Vila Nova de Famalicão, a data comemora-se com uma festa no Monte de Santa Tecla, na freguesia de Oliveira Santa Maria, com mais uma edição da Festa dos Avós. Promovida em conjunto pelos pelouros da Cultura, Família e Ação Social do município, a iniciativa tem início marcado para as 14h30 e promete animar o dia dos seniores famalicenses.
Para além da animação popular, a tarde ficará também marcada pela celebração de uma eucaristia, pelas 16h00, que contará com a presença do presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Armindo Costa, e do vice-presidente da autarquia, Paulo Cunha. “Uma belíssima e justa homenagem aos avós da nossa terra, que nos tempos difíceis que o país atravessa, são muitas vezes o pilar e o grande apoio das famílias famalicenses”, refere Armindo Costa.
Para assinalar o dia, este ano as entidades de solidariedade social foram convidadas a elaborar uma manta de retalhos, num desafio em que se pretende que cada retalho de pano corresponda a um avô ou a uma avó. O Dia Mundial dos Avós em Vila Nova de Famalicão irá assim ser comemorado com a exibição de uma grande manta de retalhos.

A realização deste convívio resulta de uma parceria entre o Município, o Arciprestado, a Junta de Freguesia de Oliveira de Santa Maria e as IPSS concelhias. Recorde-se que segundo a tradição cristã, 26 de julho é o dia em que se celebra a memória dos pais de Maria – mãe de Jesus – S. Joaquim e Santa Ana.
Ana Filipa Ribeiro 

“Bulir em Terras de Santa Maria” anima primeiro fim de semana de agosto

“Bulir em Terras de Santa Maria” é o nome do evento que promete mexer com as gentes de Oliveira Santa Maria, no fim de semana de 2, 3 e 4 de agosto. Uma feira com características muito próprias, com a apresentação do melhor da gastronomia, do artesanato, da música e da moda local. A iniciativa, que irá permitir uma dinamização cultural e económica invulgar nesta freguesia do concelho famalicense, irá decorrer na Alameda do Mosteiro.
 Para além dos artigos e produtos dos vários mercadores, esta é também uma feira marcada pela cultura, com os sons dos instrumentos tradicionais, dos pregões, das coscuvilhices e das brincadeiras. Destaque ainda para o Concurso de Licores Tradicionais Famalicenses que irá ter lugar no segundo dia do evento. Com este concurso pretende-se não só divulgar os licores famalicenses, como também motivar os produtores para que continuem a respeitar as receitas e o uso dos ingredientes genuínos que permitem manter a qualidade, a genuinidade e a diferença dos licores tradicionais do concelho.
Ana Filipa Ribeiro


sexta-feira, 19 de julho de 2013

AFPAD a caminho da certificação da qualidade

Nos dias 15 e 16 de Julho deste ano de 2013, a Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD) esteve em processo de auditoria final conduzido pela Agência Portuguesa para a Qualidade, com o objectivo de obter a certificação da qualidade dos seus serviços
Tudo aponta para que a AFPAD tenha atingido o objectivo e, provavelmente, ainda em Setembro deste ano, vai receber, vindo de Bruxelas, da Comunidade Europeia, o seu diploma de entidade certificada.
A certificação da qualidade do Centro de Actividades Ocupacionais (CAO) que funciona em Calendário e do Lar Residencial que funciona em Vermoim só foi possível graças ao envolvimento, à dedicação e ao empenhamento de todas as colaboradoras e colaboradores da AFPAD. Os pais, encarregados de educação, famílias, significativos, parceiros, financiadores e clientes, pela adesão e a alegria com que se envolveram também neste processo, foram peças – chave para o seu êxito.
Trabalho intenso
TREVO – Trabalho para obter Resultados com Envolvimento e Valores criando Oportunidades -  é o nome do projecto que deu rosto ao novo desafio em que a AFPAD se envolveu nos últimos dois anos.
O projecto nasceu de uma candidatura realizada em Janeiro de 2011 ao POPH, tipologia de intervenção 6.4, “Qualidade dos Serviços e Organizações”, no âmbito do Programa Arquimedes – Capacitação e Qualidade nos Serviços Sociais relativos às deficiências e incapacidades em Portugal.
 Os objectivos deste projecto passam pela modernização dos serviços prestados pela organização, adequando-os aos requisitos da qualidade, pela promoção da capacitação da organização, pelo aperfeiçoamento dos sistemas e práticas de gestão, pelo aperfeiçoamento dos sistemas de gestão dos dirigentes e quadros da organização, pela identificação das necessidades e pelo apoio ao desenvolvimento ao nível das competências técnicas e profissionais.
 A certificação da qualidade da organização, de acordo com o referencial EQUASS (Sistema Integrado de Certificação, Formação e Consultoria), no domínio da qualidade, específico para o sector dos serviços sociais, foi o objectivo último do projecto, um objectivo que agora foi atingido pela AFPAD.
Entre Maio de 2011 e Junho de 2013, a AFPAD esteve em processo de consultoria, orientado pelo Centro de Reabilitação Profissional de Gaia (CRPG), que decorreu ao longo de quatro fases: a fase um dedicada à mobilização e envolvimento da organização;. a fase dois direcionada para a imersão nos referenciais conceptuais e de acção através de workshops temáticos; a terceira de diagnóstico organizacional e de construção do Plano de Desenvolvimento da Qualidade, e a quarta, agora concluída, com todas as atenções voltadas para a implementação do Plano de Desenvolvimento da Qualidade.
Ao completar vinte anos de actividade em Vila Nova de Famalicão, a Associação Famalicense de Prevenção e Apoio à Deficiência (AFPAD) vê assim reconhecido o seu trabalho, como sendo um trabalho de qualidade e de envolvimento com a comunidade famalicense.

A certificação da qualidade dos seus serviços de CAO e Lar Residencial traz à AFPAD novas responsabilidades em termos do seu trabalho futuro. A certificação não pode ser encarada como um ponto de chegada, mas sim como um ponto de partida.

Casa cheia no espetáculo do Ballet das Piscinas de Oliveira de S. Mateus

Foi com o grande auditório da Casa das Artes lotado que as turmas de Ballet Clássico e de Dança Moderna das Piscinas Municipais de Oliveira de S. Mateus apresentaram nesta quinta-feira, 18 de julho, o espetáculo que marca o final de mais um ano de atividades. O evento, que contou com a presença do vice-presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Paulo Cunha, mostrou o trabalho desenvolvido ao longo do ano pelas 80 alunas da escola, com idades compreendidas entre os 3 e os 16 anos. O espetáculo decorreu pela primeira vez neste espaço cultural do município famalicense.
 Ana Filipa Ribeiro

Associações Brisa d’Este e Caça e Pesca ganham espaço na antiga escola primária de Louro

O vice-presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha, participa neste sábado, dia 20 de Julho, pelas 18h00, na cerimónia de cedência das salas da antiga escola primária de Armental, no Louro, às associações Brisa d’Este e Caça e Pesca.
A iniciativa decorre no seguimento da medida municipal de ceder a título de comodato, as escolas básicas que se encontram desativadas a juntas de freguesia e outras instituições do concelho, para que possam entregá-las às associações que necessitem de espaço para as sua atividades. Assim, um pouco por todo o concelho, as antigas escolas primárias estão a transformar-se em verdadeiras casas de associações, com várias dezenas de associações culturais, desportivas e sociais do concelho a ganhar novos espaços para desenvolver as suas atividades e os seus projetos.
Ana Filipa Ribeiro  

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Campo de Férias Verão Aventura conquistou perto de uma centena de jovens

Terminou na passada semana o Campo de Férias Verão Aventura promovido pelo Pelouro da Juventude da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. A iniciativa, que este ano decorreu nas duas primeiras semanas de julho, contou com a participação de perto de uma centena de jovens famalicenses.
 Entre as várias atividades desenvolvidas destaca-se a prática de ténis, surf e piscina e ainda a visita a algumas instituições famalicenses como a Universidade Lusíada, a CESPU e a Associação Naturequestre, onde aliás os participantes aproveitaram para andar a cavalo.
Ana Filipa Ribeiro


Teatro “O Grande Cortejo” anima Parque da Devesa, nos dias 26 e 27

No fim de semana de 26 e 27 de julho, pelas 22h00, o anfiteatro ao ar livre do Parque da Devesa recebe “O Grande Cortejo”, uma peça de teatro que é uma co-produção do grupo Jangada Teatro e do Município de Vila Nova de Famalicão. A entrada é livre.
 Inspirada no chamado Cortejo dos Amortalhados, vulgarmente conhecido por Procissão dos Caixões, o espetáculo revisita esta tradição que surgia inserida na Festa de Nossa Senhora Aparecida e que acabou por ser abolida no ano de 1990. “O Grande Cortejo” procura reinventar a viagem à tradição e às raízes da romaria de cultura popular. A encenação está a cargo de Fernando Moreira e o espetáculo tem a duração prevista de 90 minutos.
 Entre atores, cantores, banda de música e fogo de artifício, em palco irão estar um total de 60 pessoas, num espetáculo popular, que conta com a participação de vários grupos da comunidade civil, como a Universidade Sénior de Lousada, os alunos do Curso Profissional de Artes do Espetáculo de Felgueiras, o Bando das Gaitas do Conservatório do Vale do Sousa, o Grupo de Teatro Amador Em Cena, o Grupo de Teatro Amador de Santo Estevão e o Rancho Folclórico da Senhora Aparecida, em conjunto com o elenco residente da Jangada Teatro. 
Ana Filipa Ribeiro

Nacionais de Natação em Famalicão com participação recorde de atletas

“Um elevado nível competitivo”. É o que espera o Diretor Técnico Nacional da Federação Portuguesa de Natação, José Manuel Borges, do Open de Portugal – Campeonatos Nacionais de Juvenis e Absolutos, que começa já nesta quinta-feira, 18 de julho, e que decorre até ao dia 21 de julho, no Complexo Municipal de Piscinas de Vila Nova de Famalicão. O evento é organizado pelo Grupo Desportivo de Natação de Famalicão com a colaboração da Câmara Municipal e reúne alguns dos melhores atletas nacionais da modalidade.
Para esta prova, que para muitos nadadores irá funcionar como um último teste antes dos Mundiais de Barcelona, são esperados cerca de 600 atletas, num total de 95 equipas. “Esperamos um campeonato com um nível competitivo elevado, que possibilitará aos nossos selecionados uma última oportunidade para afinamento do seu estado de forma antes do Mundial de Barcelona”, refere José Manuel Borges. O responsável acrescenta ainda que “esta competição verá também a competitividade reforçada pela presença de 11 equipas estrangeiras, com um total de 52 atletas provenientes de Espanha, Suécia, Itália e Grã-Bretanha”.
Para o treinador do Grupo Desportivo de Natação de Famalicão, Pedro Faia, este “é sem dúvida um evento que honra a cidade”. A equipa de Famalicão também se fará representar com 30 nadadores e Pedro Faia espera conquistar, agora em casa, mais títulos nacionais para o grupo.
O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, realça a importância de iniciativas como esta, que “muito contribuem para a promoção do Desporto na nossa cidade, desempenhando um papel insubstituível na ocupação dos tempos livres da juventude e dos cidadãos em geral”. O autarca espera também que a prova contribua “para estimular o interesse da comunidade na dinamização da prática desportiva”.

Refira-se que, ao longo dos últimos anos, a autarquia famalicense tem encarado o desporto como uma aposta estratégica essencial para a qualidade de vida dos famalicenses. Como refere Armindo Costa, “temos procurado proporcionar condições para que todos, especialmente as gerações mais novas, tenham acesso à prática desportiva, importante fator de saúde, bem-estar e participação cívica”.
Ana Filipa Ribeiro

C.D. LOUSADO REALIZA O XI TORNEIO MARATONA TROFÉU C.M. VILA NOVA DE FAMALICÃO

O Clube Desportivo de Lousado, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão para a área do Desporto, irá realizar nos próximos dias 26 e 27 de Julho, o seu XI Torneio Maratona – Troféu C.M. de Famalicão.
 As inscrições, limitadas a 16 equipas, já se encontram abertas e decorrem até às 21h00 do próximo dia 24 de Julho, cujo Sorteio se realizará no mesmo dia pelas 21h30, sendo necessário efectuar o pagamento de 150 bolas no acto da referida inscrição.
 Todas as equipas participantes no Torneio, terão direito a prémios de presença e para os 4 finalistas estão reservados troféus e prémios monetários.
 O Torneio terá início na sexta-feira, dia 26 de Julho pelas 20h30 e as finais estão marcadas para sábado, dia 27 de Julho, às 21horas.

JUNTA DE FREGUESIA DE RIBA DE AVE IV PASSEIO DA VILA FOI UM SUCESSO


Vigo (Samil) e Vila Nova de Cerveira foram os destinos do IV Passeio da Vila de Riba de Ave que decorreu no passado sábado.
Este ano, os números superaram as expectativas: cerca de 500 pessoas distribuídas por 9 autocarros.
A Junta de Freguesia contou com o apoio dos Bombeiros Voluntários, das Guias de Portugal e de alguns voluntários da terra que se disponibilizaram para a organização do passeio.
O pequeno-almoço, em Riba de Ave e o lanche, em Vila Nova de Cerveira foram oferecidos pela Junta.
Foi um dia repleto de diversão, alegria e muito boa disposição.

O Presidente da Junta, Armando Carvalho, orgulha-se da iniciativa, que fazia parte do seu programa eleitoral, considerando-a um êxito e uma forma de fazer com que muitos ribadavenses possam usufruir de, pelo menos, um passeio por ano.

Escuteiros de Ribeirão a todo o gás….

Os escuteiros do Agrupamento n.º 1374 do Corpo Nacional de Escutas (CNE) de Ribeirão são os mais novos de Portugal, fundados a 14 de abril último, e realizaram nos dias 29 e 30 de junho, no Centro Escutista de Guimarães, o seu primeiro acampamento de agrupamento (ACAGRU). Todos os 140 participantes têm a noção de que «estão a viver um momento histórico». Para o chefe do agrupamento, Leonel Rocha, visto este ser o primeiro acampamento, «nada melhor que escolher como local, onde assentar arraiais, aquele que foi o Berço da nossa Nação, a Cidade onde nasceu e onde D. Afonso Henriques se tornou no primeiro Rei de Portugal, após a Batalha de S. Mamede (aconteceu a 24 de junho)». O dirigente do CNE sublinha que os escuteiros de Ribeirão escolheram o Campo de Escuteiros da Penha, para estarem «protegidos pelo manto de Santa Maria, Mãe dos Escutas». A saída, no dia 29, dos escuteiros de Ribeirão ocorreu uma hora depois de nascer o sol e, pelas 08h30, já se fazia a abertura solene do acampamento, seguindo-se a necessária instalação, montagem e formação do Conselho de Guias. Após o almoço, previamente planeado e confecionado com a preciosa colaboração da Comissão Permanente de Pais, os escuteiros “voaram” de teleféricoaté ao centro da cidade de Guimarães, para realizaram a visita e Pedi Paper à “Casa dos Avós da Nação”. Ao final da noite, já com muitos quilómetros, em cada perna, foi altura de fazer, através do “Fogo de Conselho”, a transição entre o dia e noite, a passagem da atividade ao repouso. Depois das forças restabelecidas, o dia 30 iniciou-se com o “louvor por mais um dia” tendo-se de seguida realizado as “Oficinas de Presentes para os Avós”. A tarde foi preenchida com a desmontagem do campo e com a realização do Raid na Penha - Dos Avós na Fé à Razão da nossa Fé: JC.Depois de dois dias cheios de atividades e emoções fortes encerrou-se o acampamento com a presença do Assistente do Agrupamento, Monsenhor Manuel Joaquim, que celebrou a Eucaristia do “Faz-te ao Largo”!
FESTAS DA VILA
No seguimento do repto lançado pelos promotores da iniciativa (Vi)ver Ribeirão, inserida nas comemorações do 27.º Aniversário da elevação de Ribeirão a Vila, que contou com o apoio da Junta de Freguesia, os escuteiros dinamizaram um stand tendo como objetivo a divulgação do movimento,bem como a angariação de fundos através da venda de rifas.
DIA DO AGRUPAMENTO EM REFLEXÃO (DAR)
No dia 21 de julho, os dirigentes do Agrupamento promoveram, na Quinta do Sobreiral, em Seide S. Paio, o seu encontro DAR. Este momento de partilha e reflexão teve como mote a avaliação do ano escutista, que finda, bem como o planeamento do próximo ano escutista. Esta atividade serviu, também, para estreitar os laços de amizade entre todos os dirigentes.
JARDINS DOS AVÓS

Os avós de Jesus, Santa Ana e S. Joaquim, são os Patronos do Agrupamento 1374 de Ribeirão, cuja Capela em sua Honra entra no Imaginário do CNE de Ribeirão, como a Casa dos Avós. Com o intuito de Homenagear Santa Ana e S. Joaquim e todos os avós, em geral, o Agrupamento dinamiza nos próximos dias 26, 27 e 28 de julho, no Souto de Santa Ana, o Concurso “Jardins dos Avós”. A iniciativa conta com a participação dos Lobitos e Exploradores que vão dar azo à imaginação, com a criação dos seus canteiros, onde será privilegiada a presença de materiais reciclados. No âmbito desta iniciativa, os escuteiros promovem, no sábado, dia 27 de julho, às 21h30, no Souto de S. Ana o “Fogo do Conselho”.  

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Apresentação de “Saber Viver” no Parque da Devesa

Amanhã dia 13 de julho, a Casa do Território no Parque da Devesa acolhe a apresentação pública do livro “Saber Viver” da autoria da poetisa Maria Carolina Sá. A apresentação da obra decorre pelas 17 horas e conta também com uma visita pela Casa do Território e pelos recantos mais emblemáticos do Parque da Devesa.
 Saber Viver, da editora “Edita-me”, é um registo único com poemas e reflexões sobre a vida e a forma de a encaminhar com coragem, optimismo e alegria. A autora do livro, Maria Carolina Sá, é natural de Vila Nova de Famalicão, onde foi professora durante 34 anos. 
Ana Filipa Ribeiro
A Associação Desportiva Oliveirense informa, que no dia 20/07/2013 (sábado) pelas 17 horas irá fazer a apresentação do plantel para  a época 2013/14.

O Sporting Clube Cabeçudense informa e convida Vossas Excelências a estarem presentes na apresentação aos sócios, adeptos e comunicação social dos reforços da equipa de Futsal para a época de 2013/2014 da 2ª Divisão Nacional.
Esta apresentação irá acontecer no próximo dia 19 de Julho, pelas 21 horas no Salão Nobre da Junta de Freguesia de Cabeçudos.

Cerca de 800 atletas nas 24 Horas BTT de Famalicão

Começa amanhã uma das mais importantes provas de BTT do país. As Talvai 24 Horas BTT de Vila Nova de Famalicão realizam-se já este fim-de-semana, nos dias 13 e 14 de julho, e mudaram-se este ano para a cidade, mais concretamente para a zona de Santo Adrião. A prova organizada pela Associação Amigos do Pedal em colaboração com o Município de Famalicão, tem início marcado para as 11h00 de amanhã, com saída da Urbanização TALVAI.
 A organização convida os órgãos de Comunicação Social a estarem presentes nesta prova, que se apresenta como um desafio de emoções únicas e irrepetíveis para todos os amantes de BTT. Para esta edição estão já inscritos cerca de 800 atletas, um número que faz desta prova uma das mais participadas do país no género.
Ana Filipa Ribeiro


Anuário confirma Famalicão como um dos melhores do país em eficiência financeira

Estudo elaborado pela Universidade do Minho e IPCA
 destaca a contas da câmara famalicense

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão é a quinta melhor do país, entre os municípios portugueses de grande dimensão, em termos de eficiência financeira. Esta é uma das principais conclusões do Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2011 e 2012, que resulta de um trabalho de investigação de quatro académicos, da Universidade do Minho e do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA), que fazem uma análise da saúde financeira dos 308 municípios. O documento conta com o apoio do Tribunal de Contas e da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, organismo liderado por Domingues Azevedo, antigo autarca em Famalicão e antigo deputado à Assembleia da República eleito pelo PS.
No "ranking" global dos dez melhores municípios de grande dimensão – com população maior que 100 mil habitantes –, Vila Nova de Famalicão ocupa a quinta posição, logo a seguir aos municípios de Amadora, Vila Franca de Xira, Almada e Barcelos.
De acordo com o estudo, estes dados representam os municípios em função da eficiência na utilização dos recursos financeiros. Neste sentido, a classificação teve em conta 15 indicadores que foram identificados como sendo “os que melhor permitirão avaliar a gestão financeira, económica, patrimonial e orçamental dos municípios”. Referência para as dívidas a terceiros por habitante, a liquidez, o endividamento líquido por habitante, o resultado operacional por habitante e o peso dos custos com pessoal nos custos operacionais.
O mesmo estudo aponta ainda Vila Nova de Famalicão como o 30.º município que apresenta uma maior independência financeira, no conjunto das 308 autarquias portuguesas. Este dado demonstra a capacidade de Vila Nova de Famalicão em gerar receitas próprias, o que revela uma grande autonomia financeira, relativamente às receitas do Estado.
Ana Filipa Ribeiro
Do estudo, composto por mais de 300 páginas, há ainda outro dado relevante para a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. Segundo o documento, o município famalicense demonstrou uma redução da dívida de 5,1 milhões de euros, relativamente a 2011, tendo passado de 43.284 milhões de euros para 38.150 milhões de euros.
Para o presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, “este estudo é mais uma prova da gestão financeira eficaz e rigorosa promovida por este executivo”. “As nossas finanças municipais são um espelho disso mesmo”, refere a propósito.
“Ao longo dos últimos anos temos investido muito na qualidade de vida e no bem-estar de todos os famalicenses, mas temos tido mérito na gestão séria que fazemos dos dinheiros públicos”. Visivelmente satisfeito e orgulhoso pelos resultados obtidos, o edil afirma ainda que “os famalicenses devem sentir-se orgulhosos pelo trabalho que realizamos em prol do desenvolvimento do município”.

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses de 2011 e 2012 pode ser consultado na Internet, na página oficial da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, através do link http://www.otoc.pt/pt/noticias/anuario-financeiro-dos-municipios-portugueses-2011-e-2012/.
Ana Filipa Ribeiro

Campanha de recolha de livros escolares usados 2013 termina este sábado

Termina já no próximo sábado, dia 13 de julho, a campanha deste ano de recolha de manuais escolares usados impulsionada pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. A campanha entrará de seguida numa nova fase com a análise do estado dos livros doados e com a publicação, no dia 23 de julho, da lista dos manuais disponíveis para empréstimo.
 A lista dos livros será disponibilizada no site do município e da Biblioteca Municipal (www.bibliotecacamilocastelobranco.org), bem como nos blogues das bibliotecas escolares. Os interessados em requerer os manuais doados poderão fazê-lo já a partir do dia 24 deste mês. A requisição poderá ser feita mediante o preenchimento de um formulário disponível nas instalações da Biblioteca Municipal e a selecção das famílias que irão beneficiar com esta iniciativa será feita de acordo com a ordem de chegada das requisições.    
 Criado em 2012, o Banco de Livros Escolares já ajudou cerca de uma centena de famílias. Este ano, e de forma a facilitar a tarefa das famílias interessadas em doarem livros escolares ao Banco, a medida foi alargada a todo o concelho através da colaboração das Bibliotecas Escolares e também da Cruz Vermelha de Oliveira de S. Mateus.
 Com esta iniciativa, o Município de Famalicão pretende desenvolver o sentido de partilha e solidariedade social, promover a reutilização dos manuais escolares e o respeito pelo livro, promover a educação ambiental e diminuir os custos de aquisição de manuais escolares às famílias com filhos a frequentarem o 2.º e 3.º ciclos e o ensino secundário no concelho.
Ana Filipa Ribeiro


Fundador da Louropel homenageado em Famalicão

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, vai participar na cerimónia de homenagem póstuma ao fundador da Louropel, Carlos Rego, promovida pela Junta de Freguesia do Louro, no próximo domingo, dia 14 de julho, pelas 16 horas.
O programa da cerimónia prevê a realização de uma missa na Igreja Paroquial do Louro e o descerramento de um busto do homenageado na Praça Comendador Cupertino de Miranda, em frente à igreja. Após a cerimónia a Junta de Freguesia do Louro irá ainda inaugurar o alargamento da Rua Comendador Cupertino de Miranda, cujo terreno foi cedido por Carlos Rego.
Carlos Alberto da Silva Rego nasceu na freguesia do Louro no dia 28 de agosto de 1939, onde faleceu em 2010. Foi um benemérito ativo de diversas instituições e da freguesia do Louro e um notável empreendedor, responsável pela fundação da Louropel, em 1996.
Ana Filipa Ribeiro


quinta-feira, 11 de julho de 2013

Arquivo Municipal de Famalicão acessível na internet

Armindo Costa inaugurou novo equipamento localizado no centro da cidade
Em breve, qualquer pessoa em qualquer parte do mundo poderá consultar, através da internet, a planta geral de Vila Nova de Famalicão datada de 1920, a primeira edição de postais de Famalicão de 1902 ou ainda fotografias diversas do concelho com datas desde 1890. A novidade foi avançada, nesta terça-feira, pelo presidente da Câmara Municipal, Armindo Costa, durante a inauguração do novo Arquivo Alberto Sampaio, localizado na antiga Casa Malheiro, na Rua Adriano Pinto Basto, bem no centro da cidade. Reunindo um valioso espólio, com documentos que relatam os mais de 800 anos de vida do município, devidamente catalogados, todo o arquivo municipal será disponibilizado para consulta através de uma plataforma online, que ficará alojada no portal oficial do município em www.vilanovadefamalicao.org.
O novo equipamento que adotou o nome do historiador Alberto Sampaio foi inaugurado no âmbito das comemorações do Dia da Cidade. Para o autarca “a nossa história municipal exigia esta valência. Recolher, guardar, tratar e preservar convenientemente a documentação relativa ao caminho que a nossa comunidade percorreu, às direções que foi tomando ao longo dos tempos, era um imperativo absoluto”. Por isso, “a melhor forma de celebrar o aniversário da nossa terra é honrar o seu passado, é valorizar o presente, é projetar o futuro”, acrescentou.
Numa cerimónia que contou com a presença de muitas personalidades da vida cultural famalicense, nomeadamente familiares de Alberto Sampaio, Armindo  Costa destacou que “para além de honrar o passado histórico famalicense, o novo Arquivo Municipal é também uma homenagem que fazemos a uma figura cimeira da cultura portuguesa”. E recordou “o historiador e escritor que foi uma figura destacada da “Geração de 70” e contemporâneo de Camilo Castelo Branco, com quem trocava correspondência, e de Antero de Quental”. Mas lembrou, acima de tudo, Alberto Sampaio “como um destacado empreendedor, um homem à frente do seu tempo”.
O presidente da Câmara Municipal afirmou ainda que “com esta mudança de instalações, o Arquivo Municipal ganha uma nova dimensão e dignidade. Aqui, o arquivo conquista um lugar de destaque na vida e na cultura famalicense”.
As obras de adaptação do edifício implicaram a criação de diversos espaços com destaque para uma biblioteca com zona de leitura, um espaço inovador que vai permitir um acesso privilegiado das pessoas aos vários documentos. Referência ainda para um espaço destinado à consulta de suportes especiais e artigos de referência, sala de restauro, sala de digitalizações, depósito de peças especiais, sala de receção de documentação, sala de reuniões e gabinete de arquivista, entre outros. O arquivo acolhe milhares de documentos, sendo constituído por cerca de 4,2 quilómetros de estantes lineares.

Refira-se que o investimento total do Arquivo incluindo as obras de adaptação e reabilitação do edifício e ainda a aquisição de mobiliário e informatização ultrapassam o milhão de euros, tendo contado com uma comparticipação na ordem dos 85 por cento, no âmbito de uma candidatura apresentada pela autarquia ao Programa Regional ON.2 – o Novo Norte, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).
Ana Filipa Ribeiro

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Famalicão celebra aniversário com "orgulho e confiança"

“O paradigma de vida mudou em Famalicão”. A convicção é do presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, e foi proferida ontem, no dia em que Famalicão celebrou o 28.º aniversário da elevação à categoria de cidade. Depois de traçar um breve balanço dos últimos 12 anos em que assumiu a liderança da autarquia, Armindo Costa não teve dúvidas em classificar a última década como um “período de desenvolvimento e progresso em prol do bem-estar dos famalicenses, coroado com a abertura do Parque da Devesa, hoje um símbolo da qualidade de vida que a cidade oferece”.
 Na sua intervenção, Armindo Costa relembrou com orgulho o caminho que o município percorreu até se tornar na cidade que é hoje. “Apesar do estado do país, temos uma situação financeira sólida, temos uma cidade confiante e um concelho muito bem infra-estruturado”. O edil referiu ainda que “devemos estar gratos e reconhecidos a todos aqueles que contribuíram ao longo dos anos para elevar o nome de Vila Nova de Famalicão”.
  Neste sentido e à semelhança do que acontece todos os anos, o município prestou homenagem a cidadãos e instituições famalicenses que contribuíram de forma notável para a projecção e afirmação do município no país. Foram muitos os famalicenses que ontem quiseram cantar os parabéns a Famalicão e marcar presença na Sessão Solene do Dia da Cidade, que decorreu no Grande Auditório da Casa das Artes.  
 Na opinião do autarca, a cidadania ativa e responsável das 24 personalidades e 14 instituições famalicenses que ontem foram distinguidas com as medalhas de mérito municipal, “emprestam uma imagem positiva ao nosso concelho”. “Um ato de justiça”, considera Armindo Costa, mas também um “estímulo e um sinal de que a realização pessoal pode ser conseguida com entrega à comunidade”.

 Este ano, a Medalha de Honra do Município, foi entregue ao prestigiado médico, Alexandre Reis, cuja dedicação em prol da comunidade é mais conhecida na área da educação e cultura, no papel que tem desempenhado no desenvolvimento da educação artística e musical no âmbito regional e nacional, enquanto Diretor do Centro de Cultura Musical e da Escola Profissional ARTAVE.
 “É com grande felicidade que hoje estou cá e é uma honra do ponto de vista pessoal receber esta homenagem”. Foi assim que Alexandre Reis agradeceu esta distinção por parte do Município de Famalicão. E acrescenta, “foi um orgulho ter conseguido desenvolver este trabalho nesta cidade e ter emanado os nossos desígnios de atividade cultural ao serviço do ensino e da juventude”. O homenageado aproveitou ainda para partilhar o galardão de ontem com todos os que direta e indiretamente o acompanham no exercício das suas atividades. “O que fizemos honra-nos a todos. Eu sou apenas uma pequena peça no meio disto tudo”.
Ana Filipa Ribeiro


35 PME's do Vale do Ave procuram aumentar a competitividade

 ADRAVE - Agência de Desenvolvimento Regional do Vale do Ave, do Seminário N.º 2 - “Gestão Estratégica”, dando seguimento ao processo de implementação do projeto QI PME Norte/ADRAVE 4.º edição–Qualidade e Inovação, decorreu o Seminário Temático “Gestão Estratégica”, nos dias 05 e 06 de Julho, no Hotel Rural Maria da Fonte, na Póvoa de Lanhoso, onde participaram cerca de 35 PME´s da Região do Vale do Ave.
O Projeto QI PME Norte/ADRAVE 4.ª edição integra, na sua metodologia de intervenção, o Curso/Ação - "Formação de Empresários e Dirigentes" que integra entre outros módulos ou de gestão estratégica.
O Seminário Temático – Gestão Estratégica, tem como objetivo reforçar os conhecimentos e competências dos Empresários/Dirigentes das 35 empresas destinatárias do projeto QI PME Norte/ADRAVE 4.ª Edição, dotando-os de um conjunto de ferramentas e instrumentos de atuação ao nível da Gestão Estratégica, e simultaneamente assumir-se como contributo de reflexão e de partilha de conhecimentos acerca de fatores que promovam a competitividade e modernização empresarial nas PME’s.
 A iniciativa insere-se na continuidade dos trabalhos a desenvolver no âmbito do projecto QI PME NORTE/ADRAVE, programa desenvolvido ao abrigo do POPH - Programa Operacional do Potencial Humano, em parceria com a Associação Industrial do Minho, na qualidade de Organismo Intermédio, que visa intervir na melhoria dos processos de gestão, no reforço das competências dos seus dirigentes e trabalhadores, através da execução de acções tendentes à optimização de metodologias e processos de modernização e inovação.

O QI- PME Norte é um programa de formação que vai contribuir para o desenvolvimento de competências pessoais, profissionais e organizacionais, utilizando metodologias adaptadas à dimensão e realidade das empresas que participam no Programa.

terça-feira, 9 de julho de 2013

ESMERIZ PROMOVEU 16.º PASSEIO DA FREGUESIA

A Junta de Esmeriz realizou, no passado sábado, o 16.º Passeio da Freguesia, um dos expoentes máximos da animação e cultura em Esmeriz, iniciado em 1997, pelo primeiro executivo liderado por Jorge Silva.
Depois de Montalegre, Aveiro, Santiago de Compostela e Vigo, entre muitos outros locais de Portugal e Espanha, o Passeio teve, este ano, como destino o Município de Cabeceiras de Basto, no norte do país.
A saída de Esmeriz (Casa de Esmeriz) teve lugar pelas 8 horas, seguindo-se o passeio até Cabeceiras de Basto, onde foi realizada a missa no Mosteiro de São Miguel de Refojos, pelo Pároco da Freguesia, Pe. Nuno Vilas Boas, e pelo Monsenhor José Augusto Gomes Ribeiro, um "filho de Esmeriz", freguesia onde foi criado e pároco em Cabeceiras de Basto desde há muitos anos. 
A viagem continuou depois para o Parque de Merendas da Veiga, onde decorreu o almoço e a tarde convívio, animada pelo cantor famalicense, Costinha.

Para Jorge Silva, "todos os passeios foram únicos ao longo de 16 anos, mas este último, tal como o primeiro, teve um sabor especial, brindado pela presença de mais de 600 esmerizenses e amigos".
Filomena Lamego

Jovens de todo o país disputam a final nacional do “F1 in Schools”, em Famalicão

Na próxima quinta e sexta-feira, Vila Nova de Famalicão é palco nacional da final do programa “F1 in Schools - Fórmula 1 nas Escolas”, promovido pelo Citeve. A final vai decorrer na sede do agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco e conta com o apoio da Câmara Municipal. As provas têm início pelas 14h30, de quinta-feira.
O F1 in Schools é considerado o maior projeto pedagógico e de empreendedorismo jovem, relacionado com a inovação e engenharia, no mundo, envolvendo mais de 9 milhões de alunos. Trata-se de um desafio multidisciplinar, no qual estudantes com idades entre os 9 e os 19 anos correm com miniaturas de automóveis de F1 construídos em madeira balsa e propulsionados a ar. O desafio inspira os estudantes a utilizarem novas tecnologias para a aprendizagem de física, aerodinâmica, conceção, construção, desenvolvimento de marcas, grafismo, patrocínios, marketing, trabalho de equipa/liderança, competências de comunicação e estratégia financeira, aplicando-os de forma prática, imaginativa, competitiva e entusiasmante.
Na final nacional estarão em competição 15 equipas, representando cerca de 100 jovens dos concelhos de Cantanhede, Fafe, Famalicão, Leiria, Marinha Grande, Paredes, Porto, Gaia e Viseu. Para além das corridas propriamente ditas, que se desenrolam em pistas com 25 metros de comprimento, as equipas serão ainda avaliadas pelos júris de Portfólio e Marketing, Apresentação Verbal e Engenharia, e serão atribuídos prémios nas seguintes categorias: 1.º lugar, 2.º lugar, 3.º lugar, Resistência face à Adversidade, Engenharia, Identidade, Carro mais Rápido, Inovação, Stand, Apresentação Verbal, Site/Redes Sociais, Patrocínio e Marketing, Pesquisa e Desenvolvimento e Portefólio.

Refira-se finalmente que o vencedor irá disputar a final mundial desta competição, que este ano se realizará em Houston (Texas), nos Estados Unidos da América.
Filomena Lamego

Armindo Costa esteve no encerramento da Semana das Misericórdias

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, marcou presença na sessão solene de encerramento da Semana das Misericórdias, que decorreu no passado sábado. De acordo com o autarca “as Misericórdias portuguesas são, na atual conjuntura económica, autenticas balsas de salvamento para muitos portugueses que estão a viver um mar de tormentas”. E acrescentou: “Hoje, as dificuldades que Famalicão, o país e a Europa atravessa torna a situação extremamente complicada. E quando pensávamos que as Misericórdias eram passado, sem razão de existir, nós sentimos hoje que elas são necessárias e resolvem muitos problemas”, assinalou ainda.
A sessão contou ainda com as presenças da provedora da Santa Casa da Misericórdia de Famalicão, Maria Helena Lacerda, do representante da União das Misericórdias António Pedras, entre outros.

 Ana Filipa Ribeiro

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Famalicão celebra, nesta terça-feira, 28 anos de elevação a cidade

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, convida os órgãos de comunicação social a participar nas comemorações do 28.º aniversário da elevação de Vila Nova de Famalicão a cidade, que se assinalam amanhã, terça-feira, dia 9 de Julho. A data será celebrada com um programa repleto de iniciativas, que pretendem “envolver todos os famalicenses na vida coletiva da cidade, valorizando o seu passado, divulgando presente e projetando o futuro”, como afirma a propósito Armindo Costa.
Neste âmbito, as comemorações vão ficar marcadas pela inauguração do novo Arquivo Municipal Alberto Sampaio, que decorre pelas 10h30, na rua Adriano Pinto Basto.
Pelas 15h15, acontece o ponto alto do Dia da Cidade, com a realização da sessão solene comemorativa que se realiza na Casa das Artes. O momento é aproveitado para galardoar os cidadãos e as instituições que ao longo dos anos contribuíram de forma notável para a projeção e afirmação de Vila Nova de Famalicão no país, nas mais diversas áreas. Ao todo, Armindo Costa entrega 38 medalhas de mérito. “É o momento de agradecer a todas as pessoas que dedicaram a sua vida em prol da comunidade famalicense, prestando serviços de relevância nos diversos domínios da vida coletiva, desde a benemerência à cultura, economia e desporto”, afirma o autarca. A sessão do Dia da Cidade, é um dos momentos mais tradicionais da programação comemorativa da passagem dos 28 anos sobre a atribuição do título de cidade a Famalicão, decidido em 1985 pela Assembleia da República.
Logo após a sessão solene, todos os famalicenses são convidados a cantar os parabéns a Famalicão e provar o Bolo da Cidade, no Parque de Sinçães. Segue-se a inauguração das obras de requalificação da Rua Cruzeiro Seixas, (17h30). Pelas 21h30, Ivo Machado canta poemas de autores famalicenses, no Museu da Indústria Têxtil.

Destaque ainda para o espetáculo One Herman Show, que decorre no âmbito das comemorações, no próximo dia 12, no anfiteatro do Parque da Devesa, com entrada livre
Ana Filipa Ribeiro

Armindo Costa orgulhoso com Joane

“Joane é, hoje, um bom sítio para viver, oferecendo qualidade de vida aos seus cidadãos e boas condições para o desenvolvimento da atividade empresarial. Sinto uma grande alegria nisso e tenho um grande orgulho por ter contribuído, dentro das minhas possibilidades, para este crescimento nos últimos 12 anos”. Foi desta forma que o presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, destacou o crescimento da Vila de Joane, nestes últimos anos. O autarca falava durante as comemorações
do 27.º aniversário da Vila, que se celebrou na passada sexta-feira. A noite quente convidava as pessoas a saírem de casa e o Parque da Ribeira encheu-se de joanenses que participaram na cerimónia.
No momento em que Armindo Costa está prestes a terminar a missão como presidente da Câmara revelou sentir “uma enorme tranquilidade na consciência e a satisfação do dever cumprido”. Neste âmbito, o autarca destacou a concretização de obras como “o novo centro escolar e a atribuição de espaços para sede a diferentes associações da freguesia, assim como todo o investimento efetuado na ampliação das redes de água e saneamento, na requalificação da rede viária e do espaço público e no apoio às diversas associações”. “Naturalmente que não está tudo feito em Joane. Nunca o estará!... Mas o caminho do futuro passa por aqui: pela honestidade, pelo rigor e pelo trabalho”.
Da mesma opinião é o presidente da Junta de Freguesia, Ivo Sá Machado que afirmou que “o caminho é para continuar”. E referiu, “vamos continuar a lembrar ao município a grandeza da nossa terra e as necessidades que temos, porque continuamos a ter necessidades, porque queremos mais e porque, sobretudo, queremos responder com mais eficácia aos apelos dos joanenses”.
Por sua vez, Armindo Costa, aproveitou a oportunidade para realçar o trabalho e o empenho das várias forças vivas da freguesia, desde associações, coletividades e empresas. “Para esta onda positiva que envolve Joane não fomos, naturalmente, os únicos responsáveis”, salientou. E referiu: “foi importante o trabalho dos autarcas desta freguesia, que aproveito para saudar, assim como o trabalho do movimento associativo local, que se fortaleceu e emprestou a Joane um prestígio de grande valor.”

A cerimónia foi animada por um concerto da Orquestra Juvenil de Pevidém.
Ana Filipa Ribeiro

Avidos ganha novo espaço para as suas atividades

Apesar das altas temperaturas que se fizeram sentir neste sábado, dia 6 de julho, foram muitos os avidenses que quiseram marcar presença na inauguração do novo auditório polivalente de Avidos. Com capacidade para 270 lugares sentados e com um investimento que ronda os 265 mil euros, o interior deste novo equipamento é composto por um palco, camarins, coro e arrumos, enquanto que o seu exterior conta com uma zona para estacionamento, zonas verdes, um palco, e ainda um amplo espaço para a realização de outro tipo de eventos.
 O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, Armindo Costa, que presidiu à inauguração, mostrou o seu agrado por ver concretizada “mais uma ambição da população de Avidos”. O autarca explicou que com a abertura do novo auditório polivalente, “as associações e escolas da freguesia podem agora desenvolver as suas atividades no seu próprio espaço, sem ser necessário deslocarem-se para outros equipamentos do município”.
 Durante a sua intervenção, o presidente da Junta de Freguesia de Avidos, António Gomes, aproveitou para agradecer o apoio do executivo municipal, sem o qual, refere, “não seria possível a concretização deste espaço”. António Gomes referiu também que o novo auditório era já uma “reivindicação antiga da freguesia e das suas coletividades, e um equipamento que há muito faltava para completar o trabalho das associações locais”.
Ana Filipa Ribeiro




Campeonato Nacional Feminino 2013 Inês Machado Oliveira sagra-se Campeã Nacional Mariana Silva sagra-se Vice-Campeã Nacional

O 36.º Campeonato Nacional Individual Feminino, referente à época 2012/2013 teve lugar em Aveiro, nos dias 3 a 5 de julho de 2013. Com o apoio do Núcleo de Xadrez da Associação Académica da Universidade de Aveiro e dos Serviços de Acção Social da Universidade de Aveiro, este evento foi disputado no Auditório da Casa do Estudante da Associação Académica da Universidade de Aveiro.
A jovem atleta famalicense Inês Machado Oliveira do Núcleo de Xadrez Vale S. Cosme - Didáxis sagrou-se Campeã Nacional Sénior, com apenas 17 anos, conquistando 4,5 pontos em 5 possíveis! Também, em grande destaque esteve a sua colega de equipa Mariana Silva que conquistou o Vice-Título Nacional, com apenas 14 anos de idade, apenas perdendo com a Campeã Nacional (4 vitórias e 1 derrota). Desta forma, estas duas jogadoras “levaram” para Famalicão os dois primeiros lugares do pódio absoluto, seguidas pela jogadora Susana Ferreira, que veste as cores do clube matosinhense Grupo Desportivo Dias Ferreira, classificada em 3.º lugar.
O NXVSC-Didáxis fez-se representar ainda por Inês Silva (3 pontos), Alice Machado Oliveira (2 pontos) e Elisa Machado Oliveira (1 ponto) que se classificaram em 4.º, 7.º e 9.º lugares, respetivamente.
Inês Machado Oliveira depois da conquista do Vice-Título Nacional Feminino na época transata, atinge a elite nacional feminina justificando a chamada à Seleção Olímpica Feminina que se realizou na Turquia, em Istambul, em setembro 2012 e sonhando com a chamada à Seleção Nacional Feminina nas próximas Olimpíadas de Xadrez que decorrerão na Noruega em 2014.
Em jeito de conclusão, através da aquisição de uma crescente experiência na disputa de partidas de Xadrez na vertente Lentas (90 minutos+30 segundos de acréscimo por lance), o NXVSC – Didáxis continuará a apostar no Xadrez Feminino, área pouco desenvolvida deste desporto, com o intuito de melhorar cada vez mais os resultados anteriormente obtidos.

O NXVSC-Didáxis gostaria de endereçar um agradecimento à Associação de Pais da Escola Cooperativa Vale S. Cosme – Didáxis e à Cooperativa de Ensino Didáxis, pelo patrocínio a estas atletas famalicenses, bem como, ao apoio prestado pelos Encarregados de Educação das atletas e à Federação Portuguesa de Xadrez.

Aulas Públicas de Apoio Psicossocial chegaram a mais de 1200 pessoas

Teve lugar no passado dia 4 de Julho, no Centro de Estudos Camilianos em Ceide, a última aula pública e espetáculo do Curso Profissional de Apoio Psicossocial da Didáxis de Riba D’Ave do ano letivo de 2012/2013. Desta vez foram as formandas do 2º ano do a dar corpo à recriação das “Misteriosas Cidades do Ouro”, lenda que retrata um dos mais importantes legados do velho Império Inca.
Encenado pelo Diretor do Curso de Apoio Psicossocial, Prof. Abraão Costa, inicialmente foi levado a cabo uma série de exercícios de expressão dramática em forma de mosaico temporal. Passaram pelo palco camiliano formandas de anos anteriores que retrataram momentos de sátira sobre a crise atual, um excerto do livro “A Última Aula” de Randy Pausch e uma metáfora sobre o tempo que em o homem deixou de existir para se dedicar ao acessório esquecendo as coisas simples da existência. Por fim seguiu-se então a peça teatral “As Misteriosas Cidades do Ouro”, sustentadas por uma antiga série de animação dos anos 80.
A história retrata o momento das invasões espanholas no Perú e a demanada de três amigos, Esteban, Zia e Tao, na tentativa de protegerem o segredo das Misteriosas Cidades do Ouro.
Durante este ano lectivo foram seis as aulas públicas que começaram com o Festival de Curtas Metragens de Cinema Documental, o Curtómetro 2012, seguiram “Histórias com o Corpo 2013”, um Campo de Intervenção Social em Rio Caldo, no Gerês, o Festival de Animação de Rua pela altura do Dia Mundial da Criança e os espectáculos “Tempo” e “As Misteriosas Cidades do Ouro”. Ao todo foram seis intervenções que chegaram a mais de 1200 pessoas a juntar ao impacto do Projeto “Jogos e Personagens 2013” que chegou a mais de 1500 pessoas.
No fim do espetáculo das “Misteriosas Cidades do Ouro”, a Presidente da Direção Pedagógica da Didáxis, Dra. Irene Alferes, agradeceu “o momento mágico” que as formandas haviam proporcionado a todos ali presentes. Por sua vez, o Vice Presidente da Direção Pedagógica, Dr. António Rego, destacou a relevância dos resultados curriculares dos formandos(as) do Curso de Apoio Psicossocial relativamente ao número de formandos(as) que terminam o curso com sucesso, o número de formandos(as) que ingressam no mercado de trabalho e o número de formandos(as) que prosseguem estudos para o Ensino Superior.

Este espetáculo contou ainda como avaliação ao módulo 10 da disciplina de Área de Expressões  do 2.º ano do Curso de Apoio Psicossocial e envolveu mais de 30 formandas.

Inaugurado Parque Infantil em Arnoso Stª Eulália

A ADC- Associação Desportiva e Cultural de Arnoso Santa Eulália inaugurou o seu parque infantil no sábado de tarde dia 06 de julho, foi uma tarde que contou com a presença de Paulo Cunha, vice-presidente da Câmara Municipal em conjunto com o  Presidente da Junta de freguesia, Manuel Joaquim e o Presidente da direção  da ADC, Paulo Amaral. Nos vários discursos que foram proferidos houve lugar aos devidos agradecimentos aos pais que ajudaram na concretização da obra, à Junta de Freguesia pela compra de um equipamento e por todo o apoio logístico, à Câmara Municipal pela colocação da relva sintética e acompanhamento da obra e também claro está a todos os membros da Direção da ADC pelo trabalho realizado neste e noutros projetos que já efectivou desde que tomou posse há 2 anos. Houve também lugar a jogos tradicionais e pinturas em tela para todas as crianças presentes. A ADC de Arnoso Santa Eulália agradece a todos os envolvidos na concretização deste projecto. 
Filomena Lamego  

EBI de Pedome participa no 3.º Torneio de Xadrez de Joane


No passado sábado, dia 6 de Julho, realizou-se o 3.º torneio de xadrez em Joane. O nosso grupo equipa de xadrez participou neste evento com 6 xadrezistas. O torneio era aberto a todos os xadrezistas, federados ou não, com idades inferiores a 20 anos. Os nossos xadrezistas estão de parabéns pois quatro deles conseguiram lugares no pódio dos respetivos escalões. O grande vencedor deste torneio foi Adriano Macedo, do clube de xadrez de Braga que venceu os sete jogos em que participou. Nas classificações por escalões, os alunos da EBI de Pedome conseguiram os seguintes lugares de relevo: Pedro Moutinho, 2.º classificado no escalão Sub10; Nádia Pereira, 2.ª Classificada no Escalão Sub10; Daniel Monteiro, 2.º Classificado no Escalão Sub14; Ricardo Vaz, 3.º Classificado no Escalão Sub16; Nuno Faria, 4.º Classificado no escalão Sub16 e Nuno Machado, 7.º Classificado no Escalão Sub10.Este evento insere-se nas comemorações do 27º aniversário de elevação da vila de Joane, é organizado pela junta de freguesia local e conta com apoio logístico, na sua organização, do clube de xadrez da escola básica integrada de Pedome. A este torneio aderiram xadrezistas de vários clubes de xadrez da região, clube de xadrez de Braga, clube de xadrez da escola João de Meira, clube de xadrez Afonsinos, clube de xadrez do jardim-escola João de Deus de Braga e clube de xadrez da Escola Básica Integrada de Pedome. O Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado, apoiou este evento cedendo materiais como mesas e cadeiras fundamentais para a realização do evento. O torneio realizou-se no Largo

Jovens Empreendedores famalicenses vencem concurso e desenvolvem projeto de educação pela música

No passado dia 06 de Julho, o projecto M&M’s – Move-te com Música Ecológica, já desenvolvido pela Associação YUPI nas urbanizações das Bétulas e CAL, deu os seus primeiros passos com a Casa do Povo de Fermentões (Guimarães) através de um workshop de percussão dirigido a jovens, inserido na iniciativa “Vamos ao largo, Feira Intercultural” dinamizada por esta Associação.
Esta parceria resultou do facto de este projecto ter sido vencedor (entre 29 projectos a concurso), do Concurso de Ideias de Empreendedorismo Social promovido pela Comunidade Intermunicipal do Ave, no qual uma jovem voluntária do Time4U participou e cuja final decorreu no passado dia 19 de Junho.
O projeto M&M’s que tem como foco a inclusão social através da música e que é dirigido a jovens com idades compreendidas entre os 14 e os 18 anos residentes nas urbanizações sociais do nosso concelho será, com esta parceria, alargado à Casa do Povo de Fermentões.

O workshop foi dinamizado por Franklin Monteiro, pioneiro em projectos desta natureza no Brasil e por Lorenzo Chemello, voluntário a realizar Serviço Voluntário Europeu na YUPI, com recurso a instrumentos criados através de materiais reciclados, uma vez que a intenção deste projecto é que os jovens aprendam a criar instrumentos através de materiais reciclados e posteriormente, aprendam a utilizá-los para fazer percussão.
O grande objectivo do M&M’s é integrar os jovens, desenvolver competências pessoais e sociais, capacitar os jovens para a participação activa, assim como sensibilizá-los para os problemas ambientais, uma das áreas de voluntariado que o Time4U oferece aos jovens entre os 14 aos 30 anos em Vila Nova de Famalicão.
Ana Filipa Ribeiro